Conecte-se connosco

Desporto

Coimbra festeja vitória do Benfica

Publicado

em

A família Esteves festejou efusivamente na Praça da República, em Coimbra, o 33.º campeonato de futebol conquistado pelo Benfica, e o pai, José, de 54 anos, diz que nunca se cansa de festejar mais uma vitória.

O Benfica conquistou hoje o seu 33.º título de campeão nacional de futebol, a duas jornadas do fim da edição 2013/2014 da I Liga, ao vencer em casa o Olhanense por 2-0, na 28.ª ronda.

José Esteves vestia um cachecol do tempo “em que o Coluna ainda jogava” e hasteava uma bandeira desbotada que comprou em 1987 “quando o Benfica fez a dobradinha”, afirmando que a conquista da Liga é festejada “como se fosse a primeira vez”.

Em casa, “são os filhos que sofrem mais, que a idade dá traquejo”, explicou.

José Esteves disse à agência Lusa que o campeonato deste ano tem um sabor especial por “tudo ter escapado por entre os dedos, como areia fina,” em 2013.

Agora, espera festejar ainda a vitória na Liga Europa, lamentando que “o Eusébio e o Coluna não possam festejar este título”.

Também José Taborda, de 62 anos, que se encontrava na Praça da República, já festejou muitos títulos do Benfica e recorda-se de, com “cerca de 10 anos, celebrar num café a vitória do Benfica na Liga dos Campeões contra o Real Madrid”.

“Mas ainda é uma emoção muito forte”, referiu, comentando que o Governo “devia agradecer ao Benfica que nesta semana ninguém se vai lembrar da crise”.

Numa praça onde se ouviam muitas buzinadelas de carros e alguns petardos, José Taborda levava o seu neto que já há oito anos “celebrava a vitória do Benfica no campeonato, ainda na barriga da mãe”.

Já para Daniel, de dois anos, é a primeira vez que vê o Benfica campeão.

O pai Filipe Ribeiro espera que ainda este ano o filho veja “o Benfica vencer a Taça UEFA, a Taça de Portugal e a Taça da Liga”.

A festa em Coimbra concentra-se na Praça da República, em que carros com cachecóis vermelhos congestionam a estrada que circula o espaço da cidade, enquanto as pessoas se concentram à beira da estrada, com camisolas, bandeiras e outros adereços do clube encarnado.

O brasileiro Lima, aos 57 e 60 minutos, marcou os tentos do conjunto comandado por Jorge Jesus, que passou a contar 73 pontos, mais sete do que o Sporting, quando há apenas seis por disputar.

A formação “encarnada”, que não ganhava a prova desde 2009/2010, tem agora mais seis títulos do que o FC Porto, que tinha triunfado nos últimos três campeonatos, e 15 em relação aos “leões”, o último em 2001/2002.

 

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link