Conecte-se connosco

Académica

Coimbra: Estudantes de Coimbra exigem “propina zero” e mais ação social (com vídeos)

Publicado

em

A par com outras manifestações estudantis que percorreram o território nacional, também os universitários de Coimbra preencheram as ruas da cidade, num manto de capas negras para exigir a abolição das propinas e o reforço das medidas de ação social. A manifestação começou no Largo da Porta Férrea, passou pela Praça da República e terminou nos jardins da Associação Académica de Coimbra.

O presidente da Associação Académica de Coimbra, João Assunção, salientou os efeitos nefastos da crise pandémica no contexto académico, levando a que, segundo o mesmo, um grande número de alunos do ensino superior tenha sido impedido de prosseguir o ciclo de estudos.

“Exigimos um ensino superior para todos, num ano extremamente adverso, extremamente complexo, onde muitos colegas estão à beira ou muitos já tiveram de abandonar o ensino superior”, afirma João Assunção.

Quanto aos problemas identificados pelos estudantes, João Assunção, realçou quE “a propina zero é um elemento fundamental no primeiro ciclo de estudos para salvaguardar a estabilidade socioeconómica dos nossos estudantes e das suas famílias, evidentemente também a limitação legal da propina de mestrados parece-nos ser fundamental, também por outro lado a revisão do regime geral de prescrições parece-me ser prioritário de forma a que os estudantes que estão com muita dificuldade em continuar ou terminar os seus estudos não sejam objetivamente dispensados por insucesso académico ou por uma via de sanção económica muito grave”.

João Assunção, também referiu a importância da vacinação dos professores do ensino superior, salientando que se os docentes do ensino básico e secundário foram considerados prioritários no processo de vacinação pelo goveno então “claramente os professores do ensino superior também serão uma prioridade”.

Relativamente à adesão dos estudantes de Coimbra a esta manifestação, o presidente da Associação Académica de Coimbra afirma que a mesma significa que os estudantes estão comprometidos com “a necessidade de lutarmos por um ensino superior justo, um ensino superior universal e gratuito e de qualidade. Estou certo de que esta mancha humana de pessoas dará a garantia a todos os agentes políticos, a todos os decisores políticos de que de facto a academia de Coimbra está estreitamente decidida em garantir este acesso universal”.

A ação estudantil  terminou nos jardins da Associação Académica de Coimbra com uma atuação da Secção de Fado .

Pode ver mais vídeos dos díretos NDC na íntegra:

Vídeo 1 

Vídeo 2

Vídeo 3

Vídeo 4

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade [video width="1280" height="1280" mp4="https://www.noticiasdecoimbra.pt/wp-content/uploads/2020/11/banner-NDC-radioboanova.mp4" loop="true" autoplay="true" preload="auto"][/video]
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com