Conecte-se connosco

Coimbra

Coimbra Editora em Processo Especial de Revitalização

Publicado

em

| EXCLUSIVO NDC |

Notícias de Coimbra sabe que a editora fundada em 7 de Agosto de 1920 por Guilherme Moreira, Oliveira Salazar, Alberto dos Reis, Paulo Mereia, Elísio de Moura, Magalhães Colaço, Manuel Rodrigues Francisco França e Arménio Amado, se encontra num Processo Especial de Revitalização.

O Juiz João Mendes Ferreira já nomeou o Administrador Judicial Provisório, que é Manuel Casimiro Duarte Bacalhau, com domicílio profissional na em S. João da Madeira.

O administrador  tem desde já direito de acesso à sede e às instalações empresariais da Coimbra Editora e de proceder a quaisquer inspeções e a exames, designadamente dos elementos da sua contabilidade.

A Coimbra Editora S.A., que segundo o tribunal tem sede na Ferreira Borges, mas que na Conservatória está registada como estando sediada na “Avenida do Arnado” terá actualmente 6 lojas espalhadas por Coimbra, Lisboa e Porto.

A administração da Coimbra Editora S.A. está a cargo, pelos menos desde agosto de 2011,  de João Carlos de Oliveira Salgado e José de Barros Queiroz da Ponte.

Recorde-se que, no âmbito do escândalo dos Vistos Gold, a Coimbra Editora recebeu  visita dos investigadores, por causa de um negócio entre o IRN e os livreiros, transacção que envolve Angola.

João Salgado foi estagiário do escritório de advogados que António Figueiredo  partilhou  com Luciano Oliveira, no prédio da Torricentro, na Simões de Castro, que ainda aparece como domicilio do administrador da Coimbra Editora.

O grupo da Coimbra Editora chegou a formalizar um acordo com o Grupo Leyia que prometia dinamizar a comercialização de livros em cerca de duas dezenas de lojas.

Em actualização

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link