Coimbra dos Estudantes garante que vai realizar Garraiada na Queima das Fitas

Notícias de Coimbra | 6 anos atrás em 14-03-2018

O Movimento ‘Coimbra dos Estudantes’ garante que vai manter tradição e pondera realizá-la em Coimbra.

PUBLICIDADE

garraiada

Em comunicado publicado no Facebook afirma que “Valores democráticos da academia devem garantir que alunos possam escolher participar no evento”.

PUBLICIDADE

O movimento ‘Coimbra dos Estudantes’garante ainda que “está determinado em manter a tradição da academia coimbrã e garante que vai organizar a Garraiada durante a Queima das Fitas, mesmo que o Conselho de Veteranos decida excluir este evento com 115 anos de história”.

Coimbra dos Estudantes considera que “o resultado do referendo apenas demonstra que o tema, para uma enorme maioria, não é sequer motivador para o exercício do voto. De um universo de 24 mil alunos, apenas cerca de 5600 manifestaram a sua opinião”.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

“Demonstra também, como já denunciámos, que as irregularidades cometidas pela direção-geral da AAC e pela Comissão de Organização da Queima das Fitas conseguiram impor a vontade de uma minoria sobre toda a comunidade estudantil”, acusa o Coimbra dos Estudantes.

“Acreditamos numa universidade plural, na qual cabem todas as ideias, e não num espaço onde se fomentam proibições e se impõem as ideias de uns a outros. Assim sendo, caso exista uma decisão de exclusão da organização da garraiada pela COQF este movimento de alunos vai organizar a garraiada na Queima das Fitas de 2018”, afirma Ricardo Marques, presidente do movimento ‘Coimbra dos Estudantes’.

Estão duas opções em cima da mesa: continuar a realizar a garraiada na Figueira da Foz ou o regresso da garraiada à cidade de Coimbra. Uma coisa é certa, os estudante poderão continuar a viver a cultura e tradição da Universidade de Coimbra, com a inclusão da Garraiada, conclui o movimento.

  garraiada

 Recordamos que os alunos da Universidade de Coimbra decidiram acabar com a garraiada na Queima das Fitas, com o “Não” a registar 70,7% dos votos no referendo realizado na terça-feira, informou hoje a Comissão Organizadora daquela festa dos estudantes.

À pergunta “Deve o evento garraiada continuar no programa oficial da Queima das Fitas?”, 70,7% dos estudantes que participaram no referendo responderam “Não”, 26,7% “Sim”, contabilizando-se ainda 49 votos nulos e 96 votos em branco, disse à agência Lusa o secretário-geral da Comissão Organizadora da Queima das Fitas (COQF), Manuel Lourenço. Ao todo, registaram-se 5.638 votos, num universo de cerca de 24 mil estudantes, acrescentou.

A afluência às urnas para este referendo foi significativa, atendendo a que nas eleições para a direção-geral da Associação Académica de Coimbra participaram quase oito mil estudantes em 2017 e menos de cinco mil em 2016.

Segundo Manuel Lourenço, após este resultado, o Conselho de Veteranos, que é um dos órgãos tutelares da Queima das Fitas e que rege as atividades tradicionais, terá “a palavra final”.

No entanto, o secretário-geral da COQF não acredita que, “em momento algum, o Conselho de Veteranos não honre a vontade dos estudantes, até porque já disse que iria honrar” o desejo destes.

A Queima das Fitas de Coimbra realiza-se este ano de 04 a 11 de maio.

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE