Conecte-se connosco

Coimbra

Coimbra avança com reabilitação energética do Bairro da Conchada

Publicado

em

A Câmara Municipal de Coimbra consignou esta manhã a empreitada de reabilitação energética dos lotes 30, 32 e 50 do Bairro da Conchada, com investimento superior a meio milhão de euros e com financiamento do Centro 2020,

A obra “visa beneficiar o desempenho energético de 28 frações, através da aplicação de isolamento térmico na cobertura, de novas caixilharias e vidros duplos nas janelas, a introdução de sistemas de produção de águas quentes e a melhoria das zonas comuns, revela o município que acrescenta que os vereadores Francisco Queirós e Regina Bento também estiveram na sessão.

A CMC  diz continuar “empenhada em melhorar as condições de vida dos moradores dos bairros municipais” e nesse sentido, o presidente da autarquia, Manuel Machado, consignou a obra de reabilitação dos lotes 30, 32 e 50 deste bairro, referente a 28 frações habitacionais.

O investimento na melhoria das condições energéticas é de 515.204,48 euros e “pretende otimizar a eficiência energética, diminuir o consumo de energia, reduzir a emissão de gases com efeito de estufa e aumentar o conforto térmico dos imóveis”. Inclui a aplicação de isolamento térmico no exterior e na cobertura, a aplicação de caixilharias com corte térmico e vidros duplos, a introdução de sistemas de produção de águas quentes sanitárias e a melhoria da iluminação nas zonas comuns.

A autarquia revela ainda que “tem em curso os procedimentos finais de contratação pública de mais duas grandes empreitadas para a reabilitação energética nos bairros do Ingote e da Rosa, também ao abrigo de uma candidatura ao Centro 2020 – Prioridade de Reabilitação nos Bairros Sociais (Eficiência Energética)” .

A obra do Bairro do Ingote, que diz respeito a 166 frações, tem um investimento previsto superior a 2,5M€ e a do Bairro da Rosa será em 222 frações e o investimento será superior a 2,9M€.

Em curso estão também os procedimentos de contratação pública para a requalificação do espaço público dos Bairros da Rosa, do Ingote e ex-IGAPHE (Instituto de Gestão e Alienação do Património Habitacional do Estado), uma ação incluídano Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU) de Coimbra, destaca a Câmara Municipal em comunicado. Esta obra vai “organizar o espaço público, criando homogeneidade nas diversas áreas, estando prevista, por exemplo, a criação de um parque de merendas com uma intervenção que custa, previsivelmente, mais de 900.000€.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade [video width="1280" height="1280" mp4="https://www.noticiasdecoimbra.pt/wp-content/uploads/2020/11/banner-NDC-radioboanova.mp4" loop="true" autoplay="true" preload="auto"][/video]
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com