Coimbra

Coimbra: Arguida que não poupou parente pede-lhe desculpas em tribunal

Notícias de Coimbra | 4 anos atrás em 28-09-2020

Uma ex-funcionária da Segurança Social de Coimbra que ludibriou uma parente pediu-lhe desculpas, hoje, durante a audiência de julgamento.

PUBLICIDADE

Ao invocar arrependimento, P. Bogalho, a trabalhar, agora, numa empresa privada, fez uma confissão espontânea, integral e sem reservas.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

O Ministério Público, através da procuradora Alexandra Medeiros, preconizou a condenação da arguida a pensa suspensa; o advogado de defesa, Augusto Murta, considerou que, neste caso, a prevenção específica dispensa a aplicação de pena.

PUBLICIDADE

Bogalho, 51 anos de idade, foi condenada, há três meses, a nove anos de cadeia (prisão efectiva), sob acusação de ter infligido à Segurança Social um desfalque de 630 000 euros, tendo havido lugar a interposição de recurso.

Face às notícias, divulgadas há ano e meio, acerca da constituição de P. Bogalho como arguida, uma idosa queixou-se de ter sido por ela ludibriada no pagamento de contribuições pelo regime de serviço doméstico.

Segundo o teor da queixa, da autoria de uma septuagenária, que não sabe ler nem escrever, a outrora funcionária terá embolsado perto de 8 000 euros destinados a cerca de 200 mensalidades contributivas.

M. de Freitas julgava ter-se habilitado, aos 55 anos de idade, a auferir uma pequena pensão, mas veio a constatar que a antiga funcionária (cujo marido é afilhado da queixosa) se limitou a entregar à Segurança Social os valores correspondentes a duas mensalidades (montante de 99,40 euros).

Bogalho encontra-se sob suspeita de se apropriar de mais de 7 700 euros, havendo sido acusada de abuso de confiança (qualificado) e de falsificação de documento.

A avaliar pela documentação mostrada a dirigentes da Segurança Social por M. M. de Freitas, a antiga funcionária fez-lhe crer, durante anos, que procedia à entrega das contribuições. Para o efeito, terá emitido declarações que não consistem em genuínos comprovativos de pagamento.

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE