MOBILIDADE

Citroën estreia a tecnologia Hybrid 48V no C4 e C4 X

Notícias de Coimbra | 2 meses atrás em 22-02-2024

Precursora nos veículos elétricos para o segmento C, juntamente com eficientes motorizações a gasolina e a diesel, a Citroën introduz o bloco Hybrid 136 nos modelos C4 e C4 X. Esta mecânica híbrida combina as vantagens da gasolina e da eletricidade.

PUBLICIDADE

Assente na tecnologia Hybrid 48V, compacta e leve, compõe-se de uma bateria de 48V, que se recarrega durante certas fases da condução, um motor a gasolina de 3 cilindros, com 136 cv (100 kW), de nova geração, concebido especificamente para se adaptar a este novo sistema híbrido e acoplado à nova caixa de velocidades de dupla embraiagem eletrificada ë-DCS6, que integra um motor elétrico ë-Motor de 21 kW, produzido em França.

De utilização simples e fluida, sem necessidade de recarregamentos, o bloco Hybrid 136 proporciona um elevado nível de prazer de condução e de polivalência, reduzindo as emissões e o consumo de combustível em cerca de 20%, em relação a uma versão equivalente a gasolina com caixa EAT8.

PUBLICIDADE

Capaz de efetuar até 50% das deslocações em cidade em modo elétrico, com zero emissões, oferece todas as vantagens da energia elétrica, desde a facilidade de condução até à possibilidade de circular em zonas de baixas emissões, isto sem esquecer o menor impacto fiscal em certos países para modelos a gasolina.

Nas versões Hybrid 136, os modelos C4 e C4 X oferecem um conjunto particularmente homogéneo e atrativo. Em Portugal, esta versão Hybrid 136 está disponível a partir de 28.725 euros no C4 e de 29.315 euros no C4 X (preços válidos até 31 de março).

PUBLICIDADE

Com este novo grupo motopropulsor híbrido, a Citroën propõe uma nova alternativa eletrificada que oferece o conforto de uma condução puramente elétrica, com menores consumos de combustível e emissões de CO2 mais reduzidas, mantendo os custos sob controlo.

O C4 e o C4 X Hybrid 136 podem ser conduzidos em modo 100% elétrico nas zonas urbanas, em estradas suaves ou em manobras. Em cidade, esta versão híbrida pode efetuar até 50% dos trajetos de forma totalmente elétrica, sem emissões nem vibrações.

Graças às vantagens da condução exclusivamente elétrica, o conforto a bordo é reforçado durante as deslocações diárias em cidade ou em estrada.

A tecnologia Hybrid 48V otimiza o desempenho e o consumo de combustível dos modelos C4 e C4 X, permitindo uma economia média de combustível de 1 litro/100 km (ou seja, 20%) em relação ao motor a gasolina PureTech 130 EAT8. Este motor é igualmente muito eficaz em condução urbana, com uma economia média de combustível de cerca de 30%.

Tem igualmente um impacto positivo nas emissões de CO2, reduzidas até 20% (ou seja, menos 25 g/km) em relação ao motor a gasolina PureTech 130 S&S EAT8. Com 107 g/km de CO2 (segundo o ciclo combinado WLTP), o C4 e o C4 X oferecem uma liberdade de condução sem constrangimentos em numerosas zonas com restrições de circulação.

A motorização híbrida desta nova versão dos modelos C4 e C4 X proporciona um elevado nível de conforto graças aos seus dois motores, elétrico e de combustão, que funcionam em conjunto ou separadamente, de forma automática, suave e sem intervenção do condutor.

Em caso de acelerações mais fortes, o motor elétrico fornece 9 kW adicionais (cerca de 12 cv), assegurando uma condução sempre confortável e garantindo, ao mesmo tempo, uma aceleração dinâmica.

Com uma bateria que se recarrega automaticamente em desaceleração, esta nova unidade de tração torna a utilização diária ainda mais confortável, sendo certamente apelativa para os clientes que pretendem conduzir um veículo elétrico sem terem de se preocupar com questões de carregamento.

Graças a esta tecnologia HYBRID 48V, os tempos de condução mista ou 100% elétrica são otimizados para um maior conforto de condução e uma redução dos consumos de combustível e das emissões de CO2.

A tecnologia inerente a sistema mild-hybrid compacto e evoluído compõe-se de um motor a gasolina 1.2 PureTech de nova geração, desenvolvido especificamente para a hibridação (40% das peças são novas), com 3 cilindros e 1.199 cc, 136 cv (100 kW) às 5.500 rpm e 230 Nm de binário às 1.750 rpm. A escolha de um turbocompressor de geometria variável e de uma cadeia de distribuição contribui para o seu desempenho e robustez. Em conformidade com a norma Euro 6.4 e funcionando no ciclo Miller, o motor apresenta uma eficiência térmica melhorada para reduzir as emissões de CO2.

Um motor elétrico síncrono de ímanes permanentes capaz de desenvolver uma potência e um binário máximos de 21 kW (28 cv) e 55 Nm, respetivamente. Assegura o funcionamento elétrico do C4 e do C4 X para as necessidades de binário reduzido, a baixas velocidades, em manobras ou em desaceleração, e auxilia o motor de combustão interna no arranque. Funciona ainda como gerador de carga para a bateria durante as fases de desaceleração, reduzindo, ao mesmo tempo, o desgaste dos travões.

Um motor de arranque por correia, alimentado a 48V, utilizado para iniciar o motor de combustão interna de forma rápida e reativa.

Uma nova caixa de velocidades eletrificada, ë-DCS6, de dupla embraiagem, com 6 velocidades, sem interrupções de binário, também concebida especificamente para a tecnologia híbrida. As passagens de caixa são mais curtas e a condução mais confortável. O motor elétrico, o inversor e a ECU estão todos integrados, otimizando o espaço sob o capô.

Uma bateria de iões de lítio de 48V, com uma capacidade disponível de 432 Wh, está instalada sob o banco dianteiro esquerdo, não causando qualquer impacto no espaço disponível, quer na bagageira, quer no habitáculo, para os passageiros.

Graças a um conversor de tensão, uma parte da eletricidade produzida pelo motor elétrico de 48V é transformada em 12V, destinando-se à alimentação do equipamento de ambos os modelos, permitindo a inclusão de duas redes elétricas distintas.

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE