Coimbra

Circulação na ponte da Figueira da Foz limitada às faixas interiores

Notícias de Coimbra | 4 anos atrás em 19-12-2019

Circulação na ponte da Figueira da Foz limitada às faixas interiores

A circulação na ponte sobre o rio Mondego, na Figueira da Foz, vai ser restringida esta noite apenas às faixas interiores, uma em cada sentido, por questões de segurança devido ao vento, disse fonte dos bombeiros.

Em declarações à Lusa, Jorge Piedade, comandante interino dos Bombeiros Sapadores da Figueira da Foz, explicou que face às previsões meteorológicas para as próximas horas, nomeadamente às rajadas de vento forte que podem atingir 100 quilómetros por hora (km/h), foi decidido restringir a circulação às faixas interiores da ponte, uma em cada sentido junto ao separador central.

PUBLICIDADE

O operacional, que também coordena a Proteção Civil municipal, indicou ainda que as faixas exteriores da ponte “ficarão reservadas para a circulação de veículos de emergência” – ambulâncias, carros de bombeiros ou a viatura médica de emergência e reanimação (VMER) do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) – entre ambas as margens do rio Mondego, naquele que é o acesso prioritário ao hospital distrital da Figueira da Foz, localizado na margem sul.

“A circulação nas faixas interiores será reduzida a 40 km/h para obrigar as pessoas a andarem devagar. Mas também vamos avisar as viaturas de emergência para que reduzam a velocidade ao atravessarem a ponte, por questões de segurança”, afirmou Jorge Piedade.

PUBLICIDADE

publicidade

Fonte oficial da Infraestruturas de Portugal (IP), empresa responsável pela ponte Edgar Cardoso, confirmou a implementação das medidas esta noite por parte de equipas destacadas para o local, referindo que a circulação de veículos será restringida “às faixas interiores, com circulação condicionada a 40 km/h” e as duas vias exteriores, uma em cada sentido, reservadas a veículos de emergência.

“Ao início da manhã [de sexta-feira] a situação será reavaliada”, adiantou.

PUBLICIDADE

Cerca das 17:30 de hoje, o município da Figueira da Foz (distrito de Coimbra) anunciou um condicionamento de circulação na ponte a viaturas pesadas de mercadorias sem carga e motociclos, medida que foi agora alterada para a circulação, sem restrições, de qualquer tipo de veículos, mas apenas nas faixas interiores.

As operações na ponte da Figueira da Foz envolvem meios dos bombeiros, Proteção Civil, Infraestruturas de Portugal e PSP.

Inaugurada em 1982, a ponte Edgar Cardoso é uma infraestrutura com 405 metros de extensão, cujo tabuleiro está cerca de 40 metros acima do nível do rio Mondego e que serve o IC1/EN 109.

Em outubro de 2018, aquando da tempestade Leslie, as autoridades da Figueira da Foz foram alvo de inúmeras críticas precisamente por terem mantido o trânsito aberto na ponte – numa zona onde foi registada uma rajada de vento de 176 km/h – sem medidas cautelares de qualquer espécie.

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE