Conecte-se connosco

Lazer

Cinema, música e teatro vão animar fins-de-semana em duas localidades de Penela

Publicado

em

O programa “Dentro da Casa, À Beira da Aldeia” vai levar cinema, música e teatro à aldeias de Chanca e vila do Espinhal, no concelho de Penela, de julho a setembro, num projeto que pretende perdurar no tempo, anunciou hoje a organização.

O projeto, que junta a Companhia da Chanca e a Casa Família Oliveira Guimarães, de Espinhal, propõe uma programação conjunta nas duas aldeias em cinco fins de semana, arrancando em 02, 03 e 04 de julho, com a exibição de curtas de Miguel Munhá e uma tertúlia de cante alentejano pela cantora Celina da Piedade.

O programa (disponível em www.companhiadachanca.pt) para cada fim de semana começa com a exibição de cinema no Jardim das Gerações, no Espinhal, seguindo-se o acolhimento de um espetáculo no exterior da Casa Família Oliveira Guimarães, que segue depois no domingo para a Chanca.

Pela iniciativa, vão passar o paisagista sonoro e músico Luís Antero, a companhia Teatro Dom Roberto, o ator e contador de histórias Quico Cadaval e a própria Companhia da Chanca, que apresenta um concerto de piano e voz no último fim de semana, de 10 a 12 de setembro.

Já a programação de cinema, conta com a exibição de filmes de Jorge Vaz Gomes, Tiago Hespanha e Rafael Almeida.

Segundo André Louro, da Companhia da Chanca, a programação comum resulta de uma relação que já existia com a Casa Família Oliveira Guimarães, querendo-se que o evento perdure no tempo “e se calhar até em mais sítios”.

“Queremos que isto vá para lá desta programação, que as pessoas ganhem cumplicidade entre si”, frisou.

Catarina Santana, também da companhia, realça que este é o primeiro projeto de programação que fazem, salientando que houve uma preocupação no desenho do cartaz de levar artistas “que já têm uma experiência de contacto de proximidade com o público”.

“O primeiro critério foi a relação que achamos que estes artistas conseguem estabelecer com o público. Queremos estabelecer aqui uma relação de proximidade e o facto de estarmos na aldeia, a relação vai para além do evento em si”, notou.

De acordo Renato Barroso, da Casa Família Oliveira Guimarães, o projeto vai ao encontro daquilo que já vinha fazendo com a sua mulher na casa senhorial do século XVIII, que abriu ao público em 2019, não apenas para visitas, mas para programação cultural própria.

“Já expusemos desenhos, fotografia, fazemos sessões de cinema completamente cheias e é fantástica a adesão das pessoas. Estamos a falar de público que não ia ao cinema há anos e anos”, salientou.

O programa “Dentro da Casa, À Beira da Aldeia”, constatou, inscreve-se também no esforço que as duas entidades têm tido no acesso à cultura fora dos grandes centros urbanos.

Todos os eventos são de entrada gratuita e ao ar livre, sendo necessária reserva, por ‘e-mail’ ou por telefone, junto dos serviços da Câmara de Penela.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com