Conecte-se connosco

Cidade

Cidadão centenário doa acervo cinematográfico à autarquia

Publicado

em

David d´Oliveira Filipe pretende doar à Câmara Municipal de Coimbra o acervo cinematográfico que reuniu durante 80 dos seus 100 anos de vida.

cinema

A doação, que será apreciada e votada na próxima reunião do executivo municipal, compreende duas máquinas antigas de projetar filmes, uma máquina de filmar, acessórios relacionados com projeção e dois filmes que tem Coimbra como pano de fundo. Um sobre o desmantelamento da ponte velha (metálica) sobre o Rio Mondego e outro sobre o 1º de Maio na cidade, após o 25 de Abril de 1974.

David d’Oliveira Filipe nasceu em Ovar, distrito de Aveiro, em 1915. Veio para Coimbra com sete anos de idade e, aos 10, começou a trabalhar como marceneiro. Mas foi como profissional de projeção cinematográfica que criou o gosto pela fotografia e pelo cinema. Foi projetista de várias salas de cinema, com destaque para os antigos e emblemáticos teatros Sousa Bastos e Avenida. A ideia de doar este acervo à CMC foi-lhe sugerida pelo fotógrafo Varela Pècurto.

Depois de alguma resistência pessoal, David explica, numa missiva enviada à autarquia, que se deixou convencer, pela filha e pelo genro, de que este é o melhor, mais seguro e mais digno destino a dar ao seu acervo.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link