Conecte-se connosco

Coimbra

Ciclovia liga Figueira da Foz, Cantanhede e Mira (com vídeos)

Publicado

em

Foi hoje assinado o auto de consignação da empreitada da Eurovelo 1 na Região de Coimbra, na Lagoa da Vela, no Bom Sucesso, Figueira da Foz. É  uma via ciclável que ligará os concelhos de Figueira da Foz, Cantanhede e Mira, integrando-se na Rota Europeia Eurovelo 1 – Rota da Costa Atlântica, que pertence à rede Europeia de Ciclovias, constituída atualmente por 15 rotas cicláveis de longa distância, que cruzam todo continente Europeu.

A cerimónia contou com a presença da secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, do presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz, Carlos Monteiro, do presidente da Câmara Municipal de Mira, Raúl Almeida, do vice-presidente da Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra  (CIM RC) José Brito, e do secretário executivo da CIM RC, Jorge Brito.

Esta obra conta com um investimento de 2.187.900 €, e visa a ligação ciclável intermunicipal entre os três concelhos do litoral ao longo de 83 quilómetros, apresentando um traçado que aproveitará as estradas florestais e vias cicláveis já existentes, com troços em piso compactado ou pavimentado.

Com este projeto a CIM Região de Coimbra pretende potenciar as características naturais únicas deste território através da perfeita simbiose com a Costa Atlântica e constituir-se-á como um projeto absolutamente estruturante para a valorização turística, assim como para a mobilidade sustentável da população.

Rita Marques, secretária de Estado do Turismo, referiu que após o período de pandemia é importante ter um melhor turismo, para recuperar as receitas turísticas atingidas em 2019, na pré-pandemia, mas também um melhor turista.

“Temos a ambição de mais e melhor turismo, um turismo que promove a sustentabilidade ambiental, social e económica. O melhor turista é aquele que pretende usufruir destes espaços e territórios apenas deixando a pegada das memórias, não mais que isso”, afirma Rita Marques que pretende assim um turista preocupado e consciente com as questões ambientais.

O presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz, Carlos Monteiro, destacou esta rota ciclável Eurovelo 1 enquanto oportunidade de desenvolver o turismo da região e a divulgar na rede europeia, fazendo-o através da mobilidade suave, de uma forma sustentável, amiga do ambiente e que convida todos a um estilo de vida mais saudável.

Raúl Almeida, presidente da Câmara Municipal de Mira, salienta a importância deste projeto que não se prende apenas com um município, mas uma rota que envolve uma componente intermunicipal. Critica ainda a demora que envolveu este projeto. “Este projeto levou quatro anos. Há que agilizar processos para bem dos nossos territórios”.

O edil mirense acrescenta que esta ciclovia é uma mais valia para a recuperação dos territórios e de alguns percursos, nomeadamente a estrada que liga a Praia de Mira e a Praia da Tocha que, sobretudo após os incêndios, ficou praticamente intransitável e que vê agora uma oportunidade de ser recuperada e de ganhar uma nova vida.

Veja aqui o direto NDC da cerimónia

Veja aqui o direto NDC com Rita Marques

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link