Conecte-se connosco

Lazer

Ciclo de Concertos de Coimbra visita escolas do distrito (com vídeo)

Publicado

em

O Ciclo de Concertos de Coimbra, para além dos concertos e recitais que decorrem de 05 a 08 de maio, conta com uma programação específica nas escolas do distrito.  A Orquestra de Sopros de Coimbra (OSC) já começou essas visitas que visam captar público para o evento.

“Os nossos grupos fazem um périplo por quatro agrupamentos de escolas da zona centro, criando momentos musicais abertos ao diálogo e à interação com o público, referiu, ao Notícias de Coimbra, João Calha da direcção da OSC.

“O Trio de Jazz interpreta alguns standarts, já o Grupo Iterum faz  uma abordagem ao repertório da guitarra portuguesa e o Quintvs Quinteto destaca obras do seu repertório clássico e o Sax & Companhia aborda  temas alusivos à Revolução de Abril” acrescenta o responsável.

Nos dias 27, 28 e 29 de abril, realiza-se no Museu Nacional Machado de Castro, o Fórum Saber Ouvir, com três tertúlias que irão constituir  uma espécie de mote para os vários concertos que integram o programa musical com convidados ligados às artes conimbricenses.

A iniciativa é co-organizada pela Associação Culturxis e Orquestra de Sopros de Coimbra (OSC) com o Alto Patrocínio do Presidente da República e financiada pela DGArtes e Câmara Municipal de Coimbra.

O Ciclo de Concertos de Coimbra regressa, de 05 a 08 de maio,  para a sua VII edição sob o mote “A cidade, a música e o tempo”, propondo um roteiro pelos locais mais emblemáticos que acolhem uma viagem, com várias paragens.

O itinerário começa em territórios transcaucasianos e termina no Novo Mundo com oito concertos, dos quais cinco são gratuitos; da sensibilidade inspiradora da 4.ª Sinfonia de Tchaikovsky, até à reinterpretação dos cânones e ensinamentos clássicos da Rhapsody in Blue, de George Gershwin.

Pelo meio, entre outras surpresas, estão marcados encontros com a virtuosismo de Rachmaninoff, com o tradicionalismo de Schubert e com a sonoridade do violoncelista Pavel Gomziakov, que irá tocar num instrumento de 1703, que pertenceu ao compositor Bernhard Romberg.

“A VII edição do Ciclo de Concertos afigura-se como uma das melhores oportunidades para celebrar Coimbra naquela que é considerada a primeira de todas as artes, a música. E, ao conjugarmos essa mesma arte intemporal com os locais de memória da cidade, estamos a dar-lhes vida, evocando em simultâneo o seu passado, presente e futuro”, salienta o presidente da Câmara , José Manuel Silva.

Tiago Nunes, diretor artístico do Ciclo destaca  “o carácter internacional do evento com a presença dos pianistas Gülsin Onay, da Turquia, Zoran Imsirovic, da Jugoslávia e Leonardo Hilsdorf, do Brasil e ainda o Maestro Ceciliu Isfan, da Roménia. Teremos três grandes orquestras em palco e vai ser interpretado o segundo concerto de piano de Rachmaninoff, um dos concertos para piano e orquestra mais famosos da história da música.”

O concerto de encerramento do evento realiza-se no Grande Auditório do Convento São Francisco, no dia 08 de maio, às 18:00 e conta com a participação da “Orquestra de Sopros de Coimbra, dirigida pelo maestro Alberto Roque”, que irão acompanhar “o pianista Vasco Dantas, sustenta o dirigente da OSC, referindo que em palco também estarão o Grupo Coimbra Vocal e o Coro Misto da Universidade conimbricense.

Veja o vídeo do Direto NDC com João Calha da direcção da Orquestra de Sopros de Coimbra:

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com