Conecte-se connosco

Coimbra

Ciclista da Mealhada vai percorrer Estrada Nacional 2 de BMX (com vídeos)

Publicado

em

Pedro Duarte, de 34 anos, vai percorrer a Estrada Nacional 2 (EN2) numa bicicleta de BMX. Natural da Mealhada, integra o grupo Roda Pedaleira, de Eiras, Coimbra, que o apoia nesta aventura ao longo de 739 quilómetros, entre Chaves e Faro. 

Foi na sequência de uma ação de solidariedade da Roda Pedaleira que Pedro decidiu avançar com a ideia. “Ou fazia a Estrada Nacional 2 ou a Costa Vicentina”, conta ao NDC. Decidiu-se pela estrada mais longa do país.

Quem o conhece diz que é “fanático pelas bicicletas” e “doido pela sua BMX”, por isso esta aventura tinha de ser na companhia da “donzela”, como lhe chama. Pedro já estudou o percurso, está “preparado e ansioso”. Espera fazer a viagem pela mítica EN2 entre seis a oito dias e acredita que os primeiros três vão ser os mais duros. 

“Esta bicicleta é a última que eu tenho e é para a vida”, assegura. Nela já foi a Fátima e fez o Eiras Single Track “no meio do mato”. O suficiente para se sentir seguro e fazer-se à estrada durante uma semana. 

Para se preparar tem feito “umas corridas” e claro andar de bicicleta. De 15 dias de férias da sua atividade profissional na montagem de estruturas, uma semana vai ser no alcatrão da Nacional 2 mas sem pressas. “Vou ao meu ritmo”, diz.

Para tornar a viagem mais “suave”, Pedro iniciou uma campanha de angariação de fundos na plataforma Gofundme, onde espera conseguir 5oo euros para as despesas. “A Nacional 2 é mítica e nunca ninguém a fez de BMX por isso acho que eu, e quem me ajudar, vamos fazer história”, afirma ao NDC.

Pedro vai começar a viagem em Chaves, no dia 15 de agosto, e fará todo o percurso com a camisola da Roda Pedaleira. “Tínhamos que apoiar e dar valor à coragem que ele tem por ter esta iniciativa”, revelou ao NDC Pedro Fernandes, do grupo de Eiras, confessando que no início não acreditou que ele fosse mesmo avançar com a ideia. “A nossa área é mais o BTT mas ele gosta é de BMX e nós vamos fazer uma parte do percurso com ele”, acrescenta. 

Para as sete centenas de quilómetros, além da sua BMX personalizada, Pedro Duarte leva um camel back (mochila para transporte de água), e alimentação, nomeadamente barritas energéticas que já foram cedidas por uma empresa de Coimbra. Pelo caminho espera encontrar muitas pessoas e trazer histórias para contar, até lá só pensa em chegar a Faro. 

Veja o direto NDC com Pedro Duarte

 

Veja o direto NDC com Pedro Fernandes, da Roda Pedaleira:

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade