Coimbra

CHUC alarga apoio especializado a idosos

Notícias de Coimbra | 8 anos atrás em 19-01-2016

No seguimento do que foi estabelecido nos anos transatos, no qual foram acordados protocolos de cooperação entre o Centro Hospitalar Universitário de Coimbra e 22 instituições, a Unidade de Gerontopsiquaitria vai agora alargar a iniciativa a mais seis Instituições da Região Centro – Santa Casa da Misericórdia de Arganil, Santa Casa da Misericórdia de Tábua, Fundação Sarah Beirão e António Carvalho, Centro Social Paroquial de Coja, Assistência Folquense e Casa do Povo de Cerdeira e Moura da Serra.

PUBLICIDADE

Vai ter lugar amanhã, dia 20 de Janeiro, pelas 11:30, a cerimónia de assinatura de protocolos com  estas seis instituições da Região Centro, a qual terá lugar na sala de reuniões do Conselho de Administração do CHUC (piso O).

Esta cerimónia contará com a presença dos representantes das Instituições em causa, do Presidente do Conselho de Administração, José Martins Nunes, do Diretor do Centro de Responsabilidade Integrado de Psiquiatria e Saúde Mental do CHUC António Reis Marques e do Coordenador da Unidade de Gerontopsiquiatria, Joaquim Cerejeira.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

O cenário atual de envelhecimento demográfico coloca desafios prementes nas políticas e organizações de saúde, exigindo a criação de novos paradigmas de atividade assistencial capazes de responder eficazmente às especificidades da população geriátrica.

PUBLICIDADE

O aumento exponencial de patologias neurodegenerativas, altamente limitadoras de autonomia e associadas a elevada sobrecarga dos cuidadores e sistemas de saúde, são um foco de preocupação crescente dos sistemas de saúde mundiais. As mudanças organizacionais necessárias requerem esforços importantes por parte dos profissionais de saúde, no sentido de uma prática clínica flexível e abrangente, com enfoque numa atividade assistencial na comunidade.

No que respeita a doentes idosos com patologia do foro mental, o incremento de cuidados de saúde comunitários deve ser particularmente fomentado, dado que privilegia a permanência do doente no seu meio ambiente e o acesso a cuidados especializados, sem que o doente se tenha de deslocar ao Hospital. Os objetivos primordiais deste tipo de intervenção passam por: assegurar a igualdade e equidade no acesso a cuidados de saúde, diminuir custos, implementar estratégias de prevenção, desenvolver campanhas de sensibilização e estruturas de suporte social a doentes e cuidadores.

Nesta perspetiva, a Unidade de Gerontopsiquiatria do CHUC criou a nova valência de “Gerontopsiquiatria Comunitária”, constituída por uma equipa multidisciplinar (Psiquiatras, Enfermeiros, Assistentes Sociais e Psicólogos) que passará a deslocar-se às instituições frequentadas pelos doentes.

 

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE