Conecte-se connosco

Política

Chega quer Feira dos 7 e dos 23 em Coimbra na Praça da Canção

Publicado

em

O cabeça de lista do Chega à Câmara de Coimbra, Miguel Ângelo Marques, defendeu hoje a mudança de localização da Feira dos 7 e dos 23, que acontece em Bencanta, para a Praça da Canção, por ser um espaço amplo.

“No que diz respeito à localização, acho que deveria ser até no sítio da Praça da Canção, uma vez que aquilo é utilizado duas ou três semanas por ano [é onde normalmente decorre a Queima da Fitas e a Latada], é um espaço grande, muito amplo e tem algum estacionamento”, afirmou hoje o candidato, que falava aos jornalistas à margem de uma ação de campanha na Feira dos 23, onde a maioria das candidaturas marcaram presença.

Para Miguel Ângelo Marques, a Feira dos 23 “não tem as condições que deveria ter”, considerando que esta poderia ter melhores condições de acolhimento dos comerciantes, assim como uma localização diferente.

“A localização não me parece ser a mais correta, porque não há condições de estacionamento e ela até podia crescer mais. Deveria haver condições condignas para os feirantes trabalharem”, realçou.

Segundo o cabeça de lista do Chega, era importante definir-se um plano estratégico de feiras para o concelho de Coimbra, sublinhando que a oferta tem vindo a diminuir.

Questionado pela agência Lusa sobre propostas para as zonas rurais do concelho, Miguel Ângelo Marques defendeu a criação de uma bolsa de terras “para que quem queira trabalhar possa trabalhar as terras” e para que o concelho não esteja tão dependente de produção estrangeira.

“Temos aqui uma potencialidade enorme e terrenos férteis para o fazer”, vincou, propondo que a bolsa integrasse terras que estivessem abandonadas, mediante o pagamento de uma renda aos seus proprietários.

Os candidatos à Câmara de Coimbra são o atual presidente do município, Manuel Machado (PS), José Manuel Silva (coligação Juntos Somos Coimbra – PSD/CDS-PP/Nós, Cidadãos!/PPM/Volt/RIR /Aliança), Francisco Queirós (CDU), Gouveia Monteiro (Cidadãos por Coimbra), Miguel Ângelo Marques (Chega), Filipe Reis (PAN), Inês Tafula (coligação Coimbra é Capital – PDR/MPT) e Tiago Meireles Ribeiro (Iniciativa Liberal).

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link