Conecte-se connosco

Autárquicas

Chega quer agilizar construção de habitações na periferia de Coimbra  

Publicado

em

O cabeça de lista do Chega à Câmara de Coimbra, Miguel Ângelo Marques, defendeu hoje que o município deve facilitar e promover a construção privada de habitações na periferia, para libertar a cidade da pressão imobiliária.

“Não pode ser só aprovar torres na Quinta da Portela, que é um sítio simpático para se viver, mas muito caro, e aqui por vezes há a possibilidade de construir blocos habitacionais de qualidade e com preços completamente diferentes, uma vez que o preço do terreno por metro quadrado de construção é completamente diferente”, afirmou o candidato, que falava à agência Lusa à margem de uma ação de campanha em Cernache, freguesia periurbana do concelho de Coimbra.

Para Miguel Ângelo Marques, que hoje vai andar por localidades periurbanas e rurais do concelho, mais construção privada fora da cidade permitira “libertar Coimbra da pressão imobiliária que sofre”.

Como exemplo, apontou para um empreendimento em Cernache, para cerca de 100 fogos, que esteve “bloqueado durante muitos anos”.

“A Câmara tem que ter uma visão mais alargada, para permitir a edificação de mais fogos para poder dar uma cobertura suficiente”, notou.

Por forma a tornar estas zonas mais atrativas, para o candidato é fundamental também assegurar qualidade de vida aos seus habitantes, nomeadamente dotar os centros de saúde de meios técnicos e humanos ou melhorar os serviços de transporte municipais.

Voltando a usar como exemplo Cernache, Miguel Ângelo Marques referiu que a passagem do transporte da Transdev para os Serviços Municipalizados de Transportes Urbanos de Coimbra (SMTUC) criou dificuldades, com os transportes da autarquia a não cobrirem uma “zona tão alargada” e com “horários muito mais reduzidos”.

O candidato defendeu também que a Câmara de Coimbra deve lutar para que o Colégio da Imaculada Conceição (CAIC), situado em Cernache e que deixou de ter contrato de associação em 2016, volte a ter ajuda do Estado.

“O CAIC é um colégio dotado de infraestruturas fantásticas para receber alunos”, realçou.

Os candidatos à Câmara de Coimbra são o atual presidente do município, Manuel Machado (PS), José Manuel Silva (coligação Juntos Somos Coimbra – PSD/CDS-PP/Nós, Cidadãos!/PPM/Volt/RIR /Aliança), Francisco Queirós (CDU), Gouveia Monteiro (Cidadãos por Coimbra), Miguel Ângelo Marques (Chega), Filipe Reis (PAN), Inês Tafula (coligação Coimbra é Capital – PDR/MPT) e Tiago Meireles Ribeiro (Iniciativa Liberal).

As eleições autárquicas realizam-se a 26 de setembro.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade