Coimbra

Centros comerciais cumprem regras impostas e aguardam “novas indicações”

Notícias de Coimbra | 4 anos atrás em 17-03-2020

A Associação Portuguesa de Centros Comerciais (APCC) garante que estes adotaram “todas as medidas” de limitação de frequência decretadas face à pandemia de Covid-19, mantendo-se todos os seus associados em operação e a aguardar “novas indicações” das autoridades.

PUBLICIDADE

“Os associados adotaram todas as medidas decretadas pelas autoridades de saúde e governamentais, adaptando-as à sua realidade operacional. Nomeadamente, desde esta segunda-feira que todos os associados estão a assegurar o cumprimento da portaria n.º 71/2020, que estabelece restrições no acesso e na afetação dos espaços nos estabelecimentos comerciais e nos de restauração ou de bebidas, e que, em relação aos centros comerciais, estipula um máximo de ocupação de quatro pessoas por cada 100 metros quadrados de área destinada ao público”, afirmou o presidente da APCC em declarações à agência Lusa.

PUBLICIDADE

publicidade

Segundo salientou António Sampaio de Mattos, “em muitos casos os centros comerciais foram mais além, tendo, por exemplo, implementado a flexibilização dos horários de funcionamento das lojas”. 

“Enquanto representante de empresas investidoras, promotoras e gestoras de centros comerciais, a APCC tem estado em contacto direto e permanente com o Governo e com as autoridades de saúde, o que nos tem permitido refletir em conjunto e monitorizar a evolução epidémica, promovendo, junto dos nossos associados, a divulgação de boas práticas e das medidas mais adequadas a cada momento”, afirmou.

PUBLICIDADE

Segundo Sampaio de Mattos, nenhum centro comercial associado da APCC suspendeu a operação até ao momento, mantendo “uma monitorização contínua da situação” e “aguardando novas indicações por parte das autoridades de saúde e governamentais relativamente a medidas futuras”.

A APCC representa empresas investidoras, promotoras e gestoras de centros comerciais e empresas de comércio a retalho e fornecedores de serviços ao setor, contando atualmente com 94 conjuntos comerciais que diz serem representativos de “mais de 90% da área bruta locável (ABL) nacional”.

“As 8.559 lojas de todas as dimensões dos associados da APCC empregam grande parte dos mais de 100.000 postos de trabalho diretos e dos mais de 200.000 indiretos e induzidos do setor”, avança a APCC, apontando para um volume total de faturação anual da atividade em torno dos 10 mil milhões de euros e para cerca de 585 milhões de visitas aos centros comerciais seus associados em 2019.

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE