Conecte-se connosco

Lazer

Centro Cultural Penedo da Saudade recebe lançamento de livro “Fenómeno: metáforas – sensações”

Publicado

em

O escritor conimbricense de origem angolana Paulo Branco Lima, autor dos romances Origem e Ruína e Peregrinação Crioula, traz à estampa uma nova publicação, estreando-se na poesia com o livro Fenómeno: metáforas – sensações, uma obra lírica com ilustrações do artista plástico Babu.

De acordo com o autor, Fenómeno: metáforas – sensações surgiu de um desafio lançado pela Cadornel Edições, chancela recentemente criada na cidade de Aveiro que, desta forma, inaugura uma coleção dedicada à poesia contemporânea. Nas palavras do editor responsável, Miguel Pais Pinto, “faz todo o sentido ser o Paulo Branco Lima a iniciar um acervo poético cujo propósito é assinalar uma marca indelével no atual panorama literário português, cada vez mais sofredor de um preocupante atavismo mimético”. Segundo Miguel Pais Pinto, “a irreverência deste autor é sintomática, pois não segue escolas, revolucionando conteúdos a cada passo, não só ao incorporar elementos heteróclitos nos seus poemas, mas também pela diferença orgânica que é incutida página após página”.

Já na ótica de Paulo Branco Lima, Fenómeno: metáforas – sensações é “uma fusão criativa devedora de influências múltiplas, que vão de T.S. Eliot a Rimbaud, de Kaváfis a Mark Twain, passando pelo processo alucinatório presente em William Burroughs, mas expresso através de uma figuração inglória resgatada aos poetas perdidos e desencantados que povoam as obras de Roberto Bolaño. Tudo isto num registo algo musical ou mesmo dylanesco”. Esta relação com o universo da música popular manifesta-se, a título de exemplo, no poema «A Força Cromática do Acidentalismo», opúsculo incluído nesta publicação e cujos versos, sensivelmente há uma década, se tornaram emblemáticos ao terem postulado o nascimento do Acidentalismo como corrente estética, na altura servindo de folha de sala na exposição «Espelho Meu – História do Rock Português em 39 Pinturas», pelos criadores plásticos Sardine & Tobleroni.

Com efeito, a abordagem musical em Fenómeno: metáforas – sensações encontrase interligada ao universo das artes visuais, designadamente através da conceção da capa e ilustrações a cargo de Babu, pintor angolano residente na cidade de Coimbra que desenvolveu em outubro de 2021, na Casa das Artes da Fundação Bissaya Barreto, um excelente conjunto de obras relacionadas com o legado do arquiteto Cassiano Branco. “A escolha das pinturas para este projeto surgiu com toda a naturalidade, dada a semelhança dos nossos recursos disruptivos”, afirma o autor do livro, sublinhado que, ao receber a proposta da Cadornel Edições, pensou de imediato “na energia desconcertante e no caráter transformador do artista plástico Babu”.

Após uma primeira sessão pública em junho no Festival Sons, Saberes e Sabores da Lusofonia, a obra Fenómeno: metáforas – sensações será lançada formalmente no dia 27 de outubro, pelas 18h00, no Centro Cultural Penedo da Saudade, em Coimbra, com apresentação do autor e ativista Luís Fazendeiro e as presenças de Paulo Branco Lima (escritor) e Miguel Pais Pinto (editor). A atriz Ana Teresa Santos irá declamar poemas incluídos na obra.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com