Conecte-se connosco

Política

CDU da Figueira da Foz aposta no comércio tradicional e na construção naval

Publicado

em

O candidato da CDU à presidência da Câmara da Figueira da Foz destacou hoje a valorização do comércio tradicional e a reativação da atividade naval como as principais medidas para o desenvolvimento económico do concelho.

“Defendemos a valorização do nosso comércio tradicional e não políticas da autarquia de instalação de grandes superfícies comerciais, que têm arruinado o comércio tradicional, que não consegue competir com essas superfícies”, afirmou Bernardo Reis à agência Lusa.

Nesse sentido, propôs-se a reduzir taxas e a abolir o estacionamento pago na cidade, reiterando a posição contra da CDU de concessão da gestão do estacionamento à empresa Figueira Parques.

Num dia de campanha dedicado ao contacto com trabalhadores da Plasfil, na zona industrial, o cabeça de lista à Câmara defendeu também o relançamento da construção naval no concelho, com a reativação dos Estaleiros Navais do Mondego, “o que permite ter fábricas a construir peças para a construção naval”.

“Foi encontrada uma solução para os estaleiros de Viana do Castelo e a Figueira ficou para trás”, criticou.

Se for eleito vereador, o objetivo da candidatura, Bernardo Reis vai apoiar propostas para o alargamento da atual zona industrial e para a criação das zonas industriais do Pincho e de Ferreira-a-Nova, assim como para a instalação de ensino superior no concelho.

“Se formos eleitos, estamos disponíveis para apoiar e viabilizar todos os projetos que tragam mais-valia à Figueira”, sublinhou.

Na área económica, a CDU quer também reativar as oficinas da CP, dragagens regulares no Porto de Pesca “para facilitar a entrada dos barcos na barra, que tem ceifado algumas vidas e trazido dificuldade à navegação”, instalar equipamentos de apoio para a arte xávega e certificar produtos regionais com vista à sua promoção.

Às eleições autárquicas de domingo, na Figueira da Foz, no distrito de Coimbra, concorrem Bernardo Reis (CDU), Rui Curado Silva (BE), Pedro Machado (PSD), Miguel Mattos Chaves (CDS-PP), Pedro Santana Lopes (Figueira a Primeira) e Carlos Monteiro (PS), atual presidente da autarquia.

O executivo municipal da Figueira da Foz é liderado pelo PS, com seis mandatos, contra três do PSD.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade