Conecte-se connosco

Cinema

Casa do Cinema de Coimbra assinala o dia mais curto do ano

Publicado

em

O início do solstício de inverno, hoje no hemisfério norte, pode ser celebrado nas salas de cinema, no programa “O Dia Mais Curto”, feito apenas de curtas-metragens.

“O Dia Mais Curto” é uma iniciativa da Agência da Curta-Metragem, inspirada numa ideia semelhante de França, destinada a divulgar e valorizar o formato da curta-metragem.

O programa acontece ao longo do mês de dezembro em mais de vinte localidades, culminando a 21 e 22 de dezembro, para coincidir com o início do inverno, quando o período do dia é mais curto do que o da noite.

Este ano – cumprindo dez edições -, a Agência da Curta Metragem desenhou “quatro programas diversos, para todas as idades e públicos, com filmes portugueses ou internacionais”, lê-se na página oficial.

Hoje e quinta-feira haverá sessões, por exemplo, na Casa das Artes e no Planetário do Porto, no auditório da Fundação Cupertino de Miranda, em Vila nova de Famalicão, na Casa do Cinema de Coimbra, no cineclube de Faro ou na Cinemateca Portuguesa, em Lisboa.

Dos filmes selecionados para esta edição fazem parte, entre outros, “Aos dezasseis”, de Carlos Lobo, “O casaco Rosa”, de Mónica Santos, “Pê”, de Margarida Vila-Nova, “O meu nome é medo”, de Eliza Plocieniak-Alvarez, ou “A primavera volta sempre”, de Alicia Núnez Puerto.

É também uma oportunidade de ver dois filmes premiados em vários festivais: “Ice Merchants”, de João Gonzalez, e “O homem do lixo”, de Alexandra Gonçalves.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com