Conecte-se connosco

Coimbra

Casa das Caldeiras reabre com Fado de Coimbra e leitão (com vídeos)

Publicado

em

A Casa das Caldeiras, na Rua Padre António Vieira, em Coimbra, reabre a 11 de março como um centro cultural. O espaço, apresentado esta terça-feira, resulta de uma parceria entre a Universidade de Coimbra (UC) e os empresários que vão explorar a cafetaria e conta com o envolvimento das secções culturais da Associação Académica. 

Depois de um litígio entre a UC e a anterior gerência, a Casa das Caldeira esteve encerrada mais de três anos. Este “local nobre junto à Associação Académica de Coimbra” volta agora a abrir portas como um espaço “onde uma pessoa pode vir beber e comer mas também ouvir fado de Coimbra”, explicou o reitor Amílcar Falcão.

A ideia da reabertura surgiu, segundo o reitor, “a seguir à primeira Serenata em pandemia” quando “em conversa com os estudantes percebemos que estavam a passar uma fase difícil”. A UC quis ajudar com a criação de “um local de espetáculos e um espaço para ensaios”. Foi então que a Casa das Caldeiras entrou na equação. 

No caderno de encargos dos novos gerentes está a “obrigação de promover o Fado de Coimbra, envolvendo também a secção de Fado da Associação Académica e outras seções culturais”, indica Amílcar Falcão. 

O centro cultural vai abrir ao público no próximo dia 11 de março e o reitor acredita que será “uma fonte de rendimento interessante para a UC” além de que “estar parado e a degradar-se era uma pena e má gestão”.

A funcionar de segunda a sexta das 12:00 às 24:00 e aos sábados das 12:00 às 02:00, a Casa das Caldeiras, que mantém a traça anterior, vai ter uma aposta forte no leitão e noutros produtos regionais, explicou ao Notícias de Coimbra o empresário Nuno Botelho, que vai explorar o espaço com Ricardo Nogueira e João Simões. “Quero que seja polivalente, gosto de lhe chamar centro cultural. Da parte gastronómica à música muita coisa pode acontecer, como teatro, exposições…”, refere. 

A Casa das Caldeiras terá “uma ligação muito forte com a Universidade no sentido de captar algumas das pessoas que a visitam para virem ver um espetáculo de Fado”, revela Nuno Botelho. Também no edifício, onde um grupo de teatro já está a ensaiar, será instalada a sede da Secção Regional do Centro da Ordem dos Arquitetos que irá dinamizar um conjunto de atividades em parceria com o Departamento de Arquitetura da UC.

“Que este seja o virar de página em relação ao passado recente, onde só víamos degradação e não estávamos a dar valor a um espaço que é nobre”, conclui o reitor.

Durante a apresentação do Centro Cultural da Casa das Caldeiras decorreu um momento musical. “Após este espetáculo, que esperamos que seja o primeiro de milhares que vamos fazer aqui, este barco vai partir e já não pode voltar a terra”, rematou Nuno Botelho. 

Veja o direto NDC com o reitor Amílcar Falcão:

 

Veja o direto NDC com Nuno Botelho vai explorar a Casa das Caldeiras:

 A apresentação contou com Fado de Coimbra. Veja o direto NDC:

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade