Conecte-se connosco

Lazer

Casa da Mutualidade recebe exposição de pintura “Arte que Alimenta a Vida”

Publicado

em

A Casa da Mutualidade – Galeria de Arte e Centro de Mutualismo, em Coimbra, recebe a exposição de pintura “Arte que Alimenta a Vida” com inauguração marcada para dia 4 de outubro às 15:30. A exposição vai estar patente de 6 a 28 de outubro com visitas de segunda a sexta das 9:00 às 12:30 das 14:00 às 18:30 com entrada livre.

“Arte que Alimenta a Vida” tem a curadoria da ANAI – Associação Nacional de Apoio ao Idoso e com o apoio d’ A Previdência Portuguesa- Associação Mutualista. A presente exposição decorre dos trabalhos realizados na Disciplina de Pintura da UTL e na Oficina de Pintura da Oficina do Idoso.

Esta mostra de pintura destaca-se pela diversidade, qualidade técnica e beleza estética dos trabalhos expostos, chamando a atenção para a sensibilidade e reconhecida capacidade das suas autoras, afirma A Previdência Portuguesa em comunicado.

“Depois de uma vida dedicada à profissão, estas artistas ocupam agora parte do seu precioso tempo, de uma forma saudável, expondo o seu talento e a sua criatividade. É um momento de inegável importância, na medida em que permite a oportunidade de mostrar ao público o que de mais belo e saudável a arte lhes proporciona. E porque “A Arte alimenta a Vida”, assim se demonstra a inequívoca dedicação destas Alunas, com o firme propósito de bem-estar e contínuo enriquecimento cultural e social”, acrescenta.

Outro registo desta exposição assenta no registo artístico da delicadeza e graciosidade dos movimentos de uma bailarina que, ao dançar com paixão, desenha com o seu corpo o poema que habita no seu coração. Também, através da pintura se pretende, igualmente com gestos suaves, numa dança com o pincel e as tintas, transpor para a tela toda a carga emocional transmitida pelas bailarinas. Na procura constante pela perfeição encontram-se obstáculos que se têm de ultrapassar, medos para superar…e é por vezes nas coisas mais simples que se encontra a beleza mais inesperada, mais profunda e sincera. Uma pessoa que sonha ser bailarina tem que aprender a andar nas pontas dos pés e, para o conseguir, cai e levanta-se inúmeras vezes. Toda a dor que sente traduz-se numa mensagem da alma em busca da perfeição.  Não existe espaço para a palavra desistir, porque isso seria sinónimo de matar o seu grandioso sonho. Mas quando esta se ergue atinge uma majestosa beleza com um simples gesto seu…parece que flutua no ar com uma graciosidade ímpar…que atinge a perfeição quando tocar o coração do espetador com a poesia da sua alma.

A Casa da Mutualidade – Galeria de Arte e Centro de Mutualismo é o espaço polivalente d’ A Previdência Portuguesa no qual a Instituição promove e acolhe a realização de eventos de índole associativa, cultural e mutualista. “É no Dar que se Recebe” é o lema d’ A Previdência Portuguesa, fundada em 1929.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade