Coimbra

Cartel: Fapricela condenada a pagar multa de milhões

Notícias de Coimbra | 9 anos atrás em 15-07-2015

A Fapricela, a cujo grupo pertence o diário As Beiras, não se conseguiu livrar de uma pesada multa imposta pela União Europeia.

PUBLICIDADE

António Teixeira, ao centro, com a família na última gala de As Beiras

António Madeira Teixeira, ao centro, com a família na última gala e na primeira página de As Beiras

O Tribunal Geral da União Europeia decidiu manter a coima aplicada pela Comissão Europeia (CE) no valor  de 8 874 000.00 Euros.

O caso remonta a 2010, quando a CE sancionou a sociedade fundada por António Madeira Teixeira e um vasto conjunto de empresas que durante décadas combinaram o preço de venda do aço para pré esforçado.

PUBLICIDADE

Veja aqui o ACÓRDÃO do Tribunal Geral da UE (Sexta-Secção) 

Em 2010, a Comissão Europeia aplicou uma coima total de 458 410 750 EUR a 17 produtores de aço para pré-esforço, por terem participado num cartel que esteve em funcionamento durante 18 anos, até 2002, e que abrangeu todos os Estados‑Membros então pertencentes à União Europeia, à excepção de três. A decisão estabelece que as companhias violaram as regras da União que proíbem os cartéis e as práticas que limitam a concorrência.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

É surpreendente que um número tão significativo de empresas tenha cometido abusos em praticamente todo o mercado europeu da construção durante um período tão longo e relativamente a um produto tão fundamental. Era quase como se actuassem numa economia planificada», afirmou na altura Joaquín Almunia, Vice-Presidente da Comissão, responsável pela Concorrência.

A Fapricela – Indústria de Trefilaria, S.A., empresa de cariz familiar, fundada por António Teixeira 1977, iniciou a sua actividade vocacionada essencialmente para o fabrico de prego de construção. Com o decorrer dos anos e aliada à sua progressiva valorização foram sendo integrados na sua actividade novos produtos resultantes das mutáveis exigências do mercado: redes; arames; redes electrossoldadas; arame e cordão de aço para pré e pós-esforço de baixa relaxação e arames para molas.

Assume-se como uma dasmaiores Trefilarias da Europa, com uma produção dirigida aos mercados interno e externo, e com um volume de facturação que ronda os 100.000.000€, por contraposição aos 9.980€ facturados no ano de 1977.

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE