Conecte-se connosco

Coimbra

Cantanhede promove artistas locais

Publicado

em

 

Na Casa Municipal da Cultura de Cantanhede está patente ao público a XXIII Cantarte/Ciclo de Artistas Locais, iniciativa que a Câmara Municipal promove regularmente para divulgar a obra de criadores do concelho e da região, no âmbito de uma orientação política cultural orientada para facultar oportunidades de fruição e criação cultural e artística, bem como a democratização da cultura.

Esta edição é constituída dezenas de trabalhos de 38 criadores, em registos tão diversos como a pintura a óleo, acrílico, aguarela, técnica mista, pintura digital, pano, pastel, grafite, artesanato e escultura, os quais consubstanciam diferentes propostas estéticas de artistas plásticos e autodidatas de reconhecido mérito.

A inauguração contou com a presença do vice-presidente do Município de Cantanhede, Pedro Cardoso, que na ocasião destacou a função da Cantarte/Ciclo de Artistas Locais que “procura acentuar a transversalidade e a democratização das iniciativas culturais, quer através de uma intensa programação anual, quer apoiando a criação artística e a divulgação da atividade não só de autores locais, como também a nível nacional e internacional”.

Dirigindo-se aos presentes, o autarca enalteceu a qualidade e a originalidade dos trabalhos apresentados, que “reforçam sem qualquer tipo de dúvidas o importante papel da Cantarte/Ciclo de Artistas Locais na divulgação cultural dos autores, com destaque de estimulo e desafio à criação de arte contemporânea”.

A grande adesão que se registou no dia da inauguração reflete o interesse manifestado pela população na produção artística contemporânea local, constituindo-se como um espaço de aprendizagem para os diversos públicos. A sessão contou ainda com uma apresentação musical a cargo do jovem pianista, Vítor Batista.

A par de outras ações promovidas pela autarquia cantanhedense, a Cantarte/Ciclo de Artistas Locais constitui uma forma de incentivo à produção artística, numa lógica de investimento na dinamização cultural que, entre outros aspetos, faculta aos criadores a oportunidade de exporem e também de se afirmarem como artistas e como agentes culturais. Nesta edição e numa clara demonstração da importância da Casa Municipal da Cultura de Cantanhede, enquanto centro exposições, os artistas convidados para expor na Casa Municipal da Cultura de Cantanhede extravasam os limites do Concelho.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com