Conecte-se connosco

Coimbra

Candidatura de Portugal e Espanha ao Mundial 2030 está oficializada

Publicado

em

Os governos e as federações de futebol de Portugal e Espanha formalizaram a candidatura dos dois países ao Campeonato do Mundo 2030. Os Primeiros Ministros António Costa e Pedro Sánchez e os presidentes da FPF, Fernando Gomes, e da RFEF, Luis Rubiales, assinaram o documento sob o testemunho do Presidente da República Marcelo Rebelo de Sousa e de Sua Majestade o Rei Felipe VI.

O ato institucional teve lugar no estádio Wanda Metropolitano, antes do duelo ibérico de preparação para o Euro 2020. O documento subscrito pelos chefes dos governos de Portugal e Espanha sublinha que “esta candidatura assenta na solidez económica e social de ambos os países, na capacidade demonstrada para organizarem e desenvolverem com sucesso eventos internacionais, na existência de infraestruturas de primeira ordem, nos êxitos desportivos obtidos tanto pelos clubes como pelas suas seleções, mas, sobretudo, na relação de amizade cultivada ao longo dos anos entre Portugal e Espanha”.

Com esta “fórmula vencedora”, como é referido, a organização conjunta do Campeonato do Mundo “representará um marco histórico para os dois países e conta também com o apoio entusiástico dos seus cidadãos”, lê-se ainda.

O facto de se comemorar em dezembro o centenário do primeiro encontro de futebol entre Portugal e Espanha, que é simultaneamente o primeiro jogo da Seleção Nacional, é assinalada pelos dois governos bem como pelos presidentes das federações que usaram da palavra na cerimónia.

O presidente da FPF, Fernando Gomes, recordou a efeméride da feliz coincidência e realçou a “responsabilidade e honra” do momento ao mesmo tempo que assumiu “o compromisso das duas federações, para trabalharem conjuntamente e como uma só nação, por um Mundial de Futebol na Península Ibérica”. Fernando Gomes concluiu: “a viagem começa agora. Unidos e a uma única voz anunciamos ao mundo: vamos!”

O líder da RFEF, Luís Rubiales, sublinhou a “importância do pacto e união” entre os dois países e a história que os liga, recordando os 100 anos do primeiro jogo da Seleção Nacional de Portugal, frente a Espanha. “Vamos fazer uma grande equipa e potenciar os nossos valores como o trabalho, a humildade e a excelencia”, acrescentou.

Formalizada a candidatura, os governos e federações dos dois países vão trabalhar no sentido de merecerem a escolha da FIFA que deverá escolher o anfitrião do Mundial de 2030 em 2024. O Catar recebe a competição no próximo ano e em 2026 o Campeonato do Mundo será organizado por EUA, México e Canadá.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade [video width="1280" height="1280" mp4="https://www.noticiasdecoimbra.pt/wp-content/uploads/2020/11/banner-NDC-radioboanova.mp4" loop="true" autoplay="true" preload="auto"][/video]
Publicidade
Publicidade
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com