Conecte-se connosco

Coimbra

Candidatos do ADN pelo círculo de Coimbra desistem das eleições

Publicado

em

A lista do partido Alternativa Democrática Nacional (ADN) pelo círculo de Coimbra, encabeçada por Inês Tafula, desistiu da “corrida” às eleições legislativas do próximo domingo, confirmou hoje fonte do Tribunal de Coimbra.

A cabeça de lista, Inês Tafula, bem como duas outras candidatas foram as primeiras a apresentar requerimentos de desistência, seguindo-se a desistência dos restantes oito candidatos.

O Tribunal de Coimbra confirmou que o ADN ficou sem qualquer candidato em Coimbra, não sendo legalmente admissível a substituição dos candidatos a apenas três dias do ato eleitoral.

Com esta desistência, no distrito de Coimbra concorrem agora 16 forças políticas, num círculo eleitoral que elege nove deputados.

O PS volta a concorrer com a ministra da Saúde, Marta Temido, como cabeça de lista, e o PSD também mantém como ‘número um’ a advogada Mónica Quintela.

O Bloco de Esquerda repete o vice-presidente da Assembleia da República José Manuel Pureza, enquanto a CDU aposta no músico Manuel Pires da Rocha, que também tinha sido o cabeça de lista em 2019.

O Livre (Rui Mamede) e o Ergue-te (Miguel Marques) são as outras forças políticas que repetem os cabeças de lista.

O Aliança apresenta João Afonso, o CDS-PP encabeça a lista com Jorge Almeida, o Chega tem como cabeça de lista Paulo Ralha e a Iniciativa Liberal aposta em Orlando da Silva.

A liderar a lista do MAS (Movimento Alternativa Socialista) está Inês van Velze, a do MPT (Partido da Terra) Ana Sofia Santos, a do PAN (Pessoas Animais e Natureza) João Fontes da Costa, a do PCTP/MRPP João Daniel Ponte e a do RIR (Reagir Incluir Reciclar) Carla Simões.

Nestas eleições, o partido Volt estreia-se, com o cabeça de lista Carlos da Silva.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link