Conecte-se connosco

Cidade

Câmara tem 3150 Euros para as Associações juvenis de Coimbra

Publicado

em

A Câmara Municipal de Coimbra (CMC) vai atribuir apoios financeiros a projetos apresentados por associações representadas no Conselho Municipal da Juventude de Coimbra (CMJC) que “tenham valor e interesse público municipal”.

a

A informação foi avançada ontem, pela vereadora da CMC responsável pela área da Juventude, Carina Gomes, durante o plenário do CMJC, que decorreu no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

Carina Gomes deixou o convite aos presentes para apresentarem projetos de qualidade que possam vir a ser merecedores do apoio financeiro da autarquia, em áreas como a formação e a promoção do emprego jovem, até ao final do corrente ano.

Um projeto-piloto, criado pela autarquia de Coimbra, que conta com uma verba associada, no orçamento municipal deste ano, de 3150 euros, e que poderá ser reforçada, dependendo da quantidade e da qualidade dos projetos apresentados pelas associações juvenis que integram o CMJC.

Ações de formação, workshops ou feiras de emprego são alguns exemplos de projetos que podem ser candidatáveis.

De fora, ficam todos os que digam respeito à cultura e ao desporto, por existirem programas de apoio financeiro municipal específicos para essas áreas.

“Entendemos que os apoios à juventude não se concentram numa só rúbrica do orçamento, mas estão vertidos no apoio ao associativismo cultural, desportivo e nas políticas de educação. Olhando nesta perspetiva transversal, chegamos a 9 milhões de euros direcionados para os jovens, direta ou indiretamente”, avançou Carina Gomes.

A vereadora da CMC explicou que o que é pretendido são projetos de valor, em áreas como a formação ou a promoção do emprego jovem, que tenham “interesse público municipal no âmbito das políticas de juventude”.

O plenário do CMJC foi muito participado, tendo contado com a presença de mais de 40 representantes de associações juvenis (cerca de 70 pessoas), o presidente da CMC e do CMJC, Manuel Machado, a vereadora Carina Gomes e o presidente do Conselho Nacional da Juventude (CNJ), Hugo Carvalho.

“É um caminho novo em Coimbra, que se integra numa preocupação política de estreitamento de relações entre os jovens de todas as idades.” Foi assim que o presidente da CMC, Manuel Machado, abriu o plenário do CMJC, realçando a importância da criação, por este executivo municipal, deste órgão consultivo, há cerca de um ano.

Já Hugo Carvalho, recém-eleito presidente do CNJ, agradeceu o convite da autarquia e partilhou a visão atual do CNJ sobre o movimento juvenil, destacando algumas das prioridades para o seu mandato: o combate ao desemprego jovem e à precariedade, a avaliação do programa Garantia Jovem, o acompanhamento dos jovens Neet (Not in Education, Employment or Training) e a disponibilização a estes de informação de forma percetível. O presidente do CNJ elogiou ainda todo o empenho do município no acolhimento do Encontro de Organizações Membro, que decorreu em Coimbra, durante os dias 11 a 13 de março.

O plenário do CMJC é constituído por representantes das repúblicas, juventudes partidárias, escuteiros, associações desportivas, juvenis e de estudantes nacionais e lusófonas. Uma diversidade que garante a pluralidade deste órgão.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade [video width="1280" height="1280" mp4="https://www.noticiasdecoimbra.pt/wp-content/uploads/2020/11/banner-NDC-radioboanova.mp4" loop="true" autoplay="true" preload="auto"][/video]
Publicidade
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com