Coimbra

Câmara quer residência para estudantes na Baixa de Coimbra. Será que o Governo apoia?

António Alves | 9 meses atrás em 18-09-2023

A Câmara Municipal de Coimbra reúne na próxima 4.ª feira, 20 de setembro, com a Secretária de Estado da Habitação. Na agenda, vai estar a construção de uma residência para estudantes na Baixa da cidade.

PUBLICIDADE

O encontro foi solicitado pela autarquia e decorre do facto do Governo continuar a não responder ao pedido do Instituto de Habitação e Reabilitação Urbana (IHRU) se “o autoriza, ou não, a acompanhar o reforço do capital do Fundo Coimbra Viva, para se poder iniciar a construção de uma residência de estudantes na Baixa de Coimbra”.

Na intervenção feita antes da Ordem do Dia da reunião do executivo, que esta segunda-feira 18 de setembro está a decorrer em Torre de Vilela, o presidente da câmara recordou as palavras do Primeiro-Ministro António Costa na passada semana e que o deixaram “estupefacto”. 

PUBLICIDADE

“O primeiro-ministro afirmou, perante centenas de estudantes, que “dê por onde der”, a expressão é mesmo de António Costa, a oferta pública de alojamento estudantil tem de duplicar até 2026. Fiquei estupefacto, mas satisfeito, com esta afirmação”, disse o autarca.

É que, como explicou, a ausência de resposta do Governo leva o presidente a questionar “se o primeiro-ministro falou a sério, ou não, ou se saberá que é o seu próprio governo que está a boicotar o cumprimento do objetivo desejado por António Costa e que tão necessário é!”.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

José Manuel Silva citou ainda a carta enviada para o Ministério da Habitação e Ministério da Ciência e do Ensino Superior. Nessa missiva, é recordado que existem “imóveis do Estado alegadamente destinados a residências de estudantes” – ambos na Rua Antero de Quental – mas que até agora nada foi feito.

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE