Conecte-se connosco

Região

Câmara quer ideias dos cidadãos para o Parque Verde do Casarelo

Publicado

em

A Câmara Municipal de Pombal está a promover um processo de auscultação pública relativa ao projetopara o Parque Verde do Casarelo, no centro da cidade e confinante com a encosta do Castelo. Com a iniciativa, a autarquia presidida por Diogo Alves Mateus pretende reunir os contributos e as ideias dos cidadãos para aquele espaço, com uma área de 34 000m2.

O Presidente da Câmara Municipal recorda que a criação de um parque verde na cidade é uma “ambição antiga” que “nos últimos anos tem suscitado vivos debates sobre a sua localização”. Para Diogo Mateus, o processo de participação pública, que decorre até 21 de março, traduz-se numa “oportunidade para ouvirmos os cidadãos, para conhecermos bem aquelas que são as suas opiniões e propostas” para aquele espaço.

“De que forma o projeto sirva os interesses dos cidadãos, de que forma possa qualificar a vida de todos, de que forma possa preencher aqueles espaços?”, são algumas questões que o autarca espera sejam respondidas com a participação dos cidadãos, convicto que será “construído um belo projeto”.

Um objetivo corroborado pelo Presidente da Junta de Freguesia de Pombal que enaltece a iniciativa da Câmara Municipal em “devolver o espaço à cidade para que seja usufruído pelas pessoas, pelas famílias, pelos mais jovens e pelos menos jovens”.

“O que nós queremos é que este espaço corresponda às expectativas das pessoas e termos a possibilidade de Pombal ter mais um espaço privilegiado de promoção da qualidade de vida de todos os Pombalenses”, refere Pedro Pimpão.

A oportunidade de construção do Parque Verde do Casarelo resulta da verificação de uma efetiva necessidade ao nível da utilização do espaço público coletivo na envolvente da única zona que se mantém por consolidar na malha urbana, próxima a um dos mais significativos elementos patrimoniais de Pombal, o Castelo.

O principal objetivo com o projeto de execução do parque verde é cumprir com uma solução com ponto focal à população residente, nomeadamente no que diz respeito ao uso do espaço público e dos espaços planeados especificamente para zonas de lazer e de atividades ao ar livre, promovendo um vazio urbano a um espaço fundamental da vida e estrutura urbanas. 

A solução projetada deverá obedecer aos objetivos principais do programa que se pretende executar, nomeadamente a criação de um espaço urbano coletivo com uma forte estrutura verde, natural, complementada por zonas de lazer e recreio, consideradas para usufruto das diversas faixas etárias da população, e cuja presença física seja revestida de uma informalidade material; e um espaço de ligação pedonal e ciclável, com arranque na bolsa de estacionamento projetada para o início da Avenida do Casarelo, que una o núcleo urbano consolidado, o Parque Verde do Casarelo, a Mata da Rola e a futura ligação ciclável com a Avenida Europa (antiga EN 237);

A auscultação pública decorre até 21 de março, podendo os interessados enviarem os seus contributos e ideias através do envio de um formulário disponibilizado no portal do Município (www.cmpombal.pt). Este processo surge depois de outros semelhantes em curso, relativos à ampliação do Parque de Lazer do Vale da Sobreira, na Mata Mourisca, e a construção do Parque Verde do Louriçal.

Por outro lado, encontra-se em período de consulta pública, até 12 de março, o Plano de Desenvolvimento Turístico de Pombal, que se constitui como um documento estratégico que visa potenciar o incremento da atratividade do concelho enquanto destino turístico.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade [video width="1280" height="1280" mp4="https://www.noticiasdecoimbra.pt/wp-content/uploads/2020/11/banner-NDC-radioboanova.mp4" loop="true" autoplay="true" preload="auto"][/video]
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com