Coimbra

Câmara pede 869 000 Euros para construir escola do Loreto

Notícias de Coimbra | 8 anos atrás em 23-07-2016

A construção e equipamento do novo Centro Escolar do Loreto, atualmente em curso, foram candidatadas a fundos comunitários. Candidatura de que será dado conhecimento  na reunião da Câmara Municipal de Coimbra (CMC) do próximo dia 25.

PUBLICIDADE

ebloreto00 (1)

Se a candidatura submetida for aprovada pela Autoridade de Gestão do Programa Operacional Regional do Centro (CENTRO 2020), isso quer dizer que a construção e equipamento do Centro Escolar do Loreto serão comparticipadas, em 869.506,92€, por fundos comunitários (FEDER). Ou seja, 85% do investimento elegível (1.022.949,32€).

PUBLICIDADE

Já o investimento total, no imóvel e respetivo equipamento, ascenderá a 1.632.409,85€. A candidatura foi submetida ao Programa Operacional Regional do centro (Centro 2020), no âmbito do Aviso nº CENTRO-73-2016-01, de 15-02-2016, Eixo 3/P.I. 10.5 “Desenvolvimento das infraestruturas educativas e formativas” do Portugal 2020.

A consignação da construção do novo Centro Escolar do Loreto ocorreu há cerca de um ano, seguindo-se-lhe uma fase de apetrechamento com mobiliário, material didático e equipamento informático.

PUBLICIDADE

Além de incluir todas as modernas características de funcionalidade e conforto, o futuro Centro Escolar do Loreto permitirá mais do que quadruplicar o número de alunos, em comparação com aqueles que a antiga Escola Básica (EB) 1 do Loreto recebeu no último ano letivo em que funcionou, ao propor uma oferta de ensino mais alargada.

Em vez de 33 alunos do 1º Ciclo do Ensino Básico (CEB) que a EB1 do Loreto acolheu no seu último ano letivo de funcionamento, prevê-se que o novo Centro Escolar receba 104 alunos quando entrar em funcionamento; 64 do 1º CEB e 40 do pré-escolar, esta última uma oferta que antes não dispunha. Mas o futuro estabelecimento tem capacidade para mais alunos. Um total de 142: 50 do pré-escolar e 92 do 1º CEB. 

O novo Centro Escolar do Loreto dispõe de oito salas de aula – duas para o pré-escolar, quatro para o ensino básico e duas para crianças com necessidades educativas especiais. Haverá ainda uma biblioteca, área suplementar para atividades de expressão plástica, gabinetes de trabalho para professores, gabinete de atendimento, sala de convívio dos professores, refeitório, sala polivalente, arrumos e instalações sanitárias e vestiários para crianças e adultos. No exterior, haverá estacionamento, um campo de jogos, um parque infantil e recreios cobertos.

O futuro Centro Escolar do Loreto partiu da remodelação e ampliação da antiga EB1 do Loreto, integrada no Agrupamento de Escolas Rainha Santa Isabel. A EB1 do Loreto tinha dois edifícios, com um total de quatro salas de aula, sem as valências de pré-escolar (com falta de oferta nesta zona) nem de ensino para crianças com necessidades educativas especiais.

Um dos edifícios foi demolido, o de construção mais recente, sem qualidade arquitetónica nem de utilização. Manteve-se o imóvel inicial e mais antigo, um exemplar que se distingue pela qualidade arquitetónica característica das “Escolas Bissaya Barreto”. No seu interior, demoliu-se a parede divisória das duas salas de aula para dar lugar à biblioteca.

As restantes funcionalidades ficarão concentradas num novo edifício, de dois pisos, construído em posição perpendicular ao que foi mantido, sem descaracterizar a construção presente e com ligação entre as duas infraestruturas. Este imóvel tem elevador de modo a torná-lo acessível, no seu todo, a pessoas com mobilidade condicionada. Refira-se ainda que todos os demais espaços do futuro Centro Escolar do Loreto estão livres de barreiras arquitetónicas e adaptados à utilização por pessoas de mobilidade reduzida.

 

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE