Bares

Câmara não renova concessão de bares do Parque Verde e lança concurso

Notícias de Coimbra | 10 anos atrás em 01-08-2014

O presidente da Câmara Municipal de Coimbra, Manuel Machado, optou por lançar um concurso público para a concessão dos quatro estabelecimentos comerciais que a autarquia detém no Parque Verde do Mondego. Deste modo, Manuel Machado prescindiu da alternativa que dispunha, de prorrogar, por mais cinco anos, a atual licença de utilização e exploração, que vigorou durante dez anos, decisão que é contestada pelo actual concessionário, que pretende ficar na beira-rio até 2019.

PUBLICIDADE

Na sequência da extinção, em 29 de outubro de 2014, do prazo de validade da licença titulada pelo alvará nº 03/2004, o executivo da Câmara Municipal de Coimbra irá apreciar e votar, na sua reunião pública da próxima segunda-feira, uma proposta para a abertura de concurso público para a concessão dos quatro espaços comerciais situados no Parque Verde. A fração A corresponde a um estabelecimento de bebidas, a B de restauração, a C de bebidas ou restauração e a D a bebidas – café e/ou geladaria. Os estabelecimentos de restauração ou de bebidas podem ainda dispor de espaços destinados a dança, desde que cumpram os requisitos legais aplicáveis.

Como preço base de licitação no que diz respeito ao montante mensal a pagar de renda os concorrentes deverão apresentar nas suas propostas: fração A – 1000 euros; fração B – 1500 euros; fração C – 1000 euros; fração D – 400 euros. Quanto aos critérios de adjudicação, o valor a pagar pela renda terá uma ponderação de 60%; a variedade e qualidade dos produtos e serviços prestados 20%; e a qualidade e originalidade do conceito de exploração e animação os restantes 20%.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

A Câmara Municipal de Coimbra admite concessionar os quatro espaços em conjunto ou individualmente no sentido de suscitar uma maior concorrência entre os vários interessados.

PUBLICIDADE

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE