Conecte-se connosco

Região

Câmara da Mealhada distribui pelouros

Publicado

em

A Câmara da Mealhada reuniu, esta manhã, pela primeira vez após as eleições de 26 de setembro, para distribuição de pelouros.  António Jorge Franco, presidente da Autarquia, ficará com o Urbanismo e Planeamento do Território, Ambiente, Espaços Verdes e Gestão de Resíduos, Mobilidade Sustentável, Eficiência Energética, Agricultura e Floresta, Gestão Administrativa e Financeira, Proteção Civil, Gestão de Recursos Humanos, Juntas de Freguesia, Ação Social, Gestão de Obras Municipais e Administração Direta, Gestão do Património Municipal, Desporto e Saúde. 

Filomena Pinheiro será vice-presidente com os pelouros do Turismo e Desenvolvimento Económico (coadjuvada, nestas áreas, pelo vereador Hugo Silva), Fundos Comunitários, Relação com Comunidade Intermunicipal Região de Coimbra e Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro e Mercados e Feiras. Coadjuva o presidente na Gestão Administrativa e Financeira. 

Gil Ferreira assumirá a vereação a meio tempo com os pelouros da Educação, Ensino e Formação, Cultura, Arquivo e Biblioteca Municipal, Cineteatro Messias, Comunicação e Imagem, Associações não desportivas e Feira de Artesanato e Gastronomia.

Hugo Silva assume a vereação a tempo inteiro com as áreas das Empresas e Iniciativa Privada, Espaços e Dinâmicas Empresariais, Inovação, Inovação Social e SmartCities e Juventude.

Aos três vereadores eleitos pelo Partido Socialista, Rui Marqueiro, Sónia Leite e Luís Tovim, em substituição de Paulo Bicho e José Calhoa, respetivamente, não será atribuído pelouro.

“Embora cada um de nós tenha uma função muito concreta, queremos ser uma equipa de trabalho. Mesmo relativamente aos vereadores que não têm pelouro atribuído, o que pretendemos é que possam contribuir e ser uma mais valia para o concelho, trabalhando em conjunto, ouvindo todos e ajudando-nos uns aos outros”, referiu António Jorge Franco, presidente da Câmara da Mealhada.

Na reunião ficou estabelecida a periodicidade das reuniões de Executivo Municipal: serão quinzenais, realizando-se às segundas-feiras, a partir das 09h00. As reuniões ordinárias serão todas públicas, podendo o público intervir a partir das 10h00.

“Queremos que todas as reuniões sejam abertas para que as pessoas possam ouvir-nos, se assim entenderem, ou trazer os seus próprios problemas e questões”, afirmou o autarca.q

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link