Conecte-se connosco

Cidade

Câmara apoia com 87 mil euros seis associações culturais de Coimbra

Publicado

em

A Câmara Municipal de Coimbra aprovou  uma proposta de atribuição de apoios financeiros pontuais a seis associações culturais do concelho, no valor global de 82.500 euros, e mais cerca de 4500 euros correspondentes a isenções do pagamento de taxas.

Os apoios vão ser concedidos concretamente à CulturXis – Associação de Desenvolvimento Artístico, à Associação Cultural Quebra Costas, à Cultura e Riscos Associação Cultural, à Aplausos Completos Associação, à Recortar Palavras – Associação Artística, Literária, Educacional e Lúdica e à Associação Asas à Imaginação. Recorde-se que as candidaturas ao apoio financeiro municipal à atividade pontual para 2021 podem ser apresentadas até ao próximo dia 9 de julho.

As propostas preveem a atribuição de apoios financeiros pontuais às seis coletividades no âmbito do novo Regulamento Municipal de Apoio ao Associativismo Cultural, que entrou em vigor em dezembro de 2019 e define critérios de rigor, transparência e isenção para a atribuição de apoios aos agentes culturais do concelho, com o objetivo de valorizar o trabalho produzido pelo tecido associativo do município no domínio da Cultura. As candidaturas para 2021 ao Apoio Financeiro Municipal à Atividade Pontual, previstas no regulamento, estão abertas desde o passado dia 11 de janeiro e podem ser realizadas até ao próximo dia 9 de julho, sendo que as candidaturas devem ser efetuadas com um mínimo de 45 dias de antecedência relativamente à data da iniciativa ou do projeto para o qual é solicitado o apoio.

A CulturXis foi uma das associações que já apresentou candidatura, para a realização do VI Ciclo de Concertos de Coimbra, entre os dias 5 e 30 de maio de 2021, com o intuito de promover, assim, a música erudita no concelho, através da oferta de vários concertos à cidade em distintos espaços do município.Depois dessa ter sido avaliada pelos serviços municipais, a CulturXis vai receber um apoio financeiro de 10.000 euros, sendo que a associação contará ainda com outros apoios, nomeadamente a isenção de pagamento de taxas, no valor de 4148,57 euros.

Já a Associação Cultural Quebra Costas, que desde 2019 colabora com a Fundação Inês de Castro na produção do Festival das Artes, apresentou uma candidatura para a realização da 12ª edição do evento, que vai decorrer de 19 a 27 de julho de 2021 e terá como tema “Outros Mundos”. Com uma programação musical ímpar, recheadas de nomes conceituados na área do jazz e de outros estilos musicais, a 12ª edição do Festival da Artes engloba, ainda, exposições e sessões de teatro. A autarquia destaca o “programa multidisciplinar” do evento, que trará a Coimbra artistas de renome nacional e internacional, “protagonizando um relevante trabalho de produção cultural de reconhecida qualidade” e, de acordo com o regulamento, a associação vai receber um apoio financeiro de 60 mil euros e outros apoios, nomeadamente a isenção de pagamento de taxas, no valor de 461,25 euros.

A Cultura e Risco Associação Cultural também já apresentou candidatura para a realização do festival Summertime. A associação pretende levar a cabo a terceira edição do evento, entre os dias 4 e 18 de setembro, que se traduz num ciclo de concertos informais de jazz, ao ar livre, durante os dias de verão. Os concertos decorrem sempre aos sábados, ao final da tarde, em espaços abertos integrados no património cultural, histórico ou natural da cidade. Nas primeiras edições, o jardim do Mosteiro de Santa Clara-a-Velha foi o local de eleição, este ano pretende-se que o evento decorra no Jardim Botânico da Universidade de Coimbra. A associação vai receber um apoio financeiro de 3000 euros para realização do festival.

Já a Aplausos Completos Associação vai receber um apoio financeiro de 2000 euros para a realização do projeto “Aquilo que os Olhos Veem ou Adamastor”, uma peça de cariz educativo sobre a época dos Descobrimentos e mais concretamente as viagens reais de Bartolomeu Dias, Pedro Álvares Cabral e Vasco da Gama, que integra um conjunto de livros de leitura obrigatória do Plano Nacional de Leitura, e que se pretende que funcione como ferramenta de apoio ao estudo. A edição final está prevista para maio de 2021. Importa salientar a adaptação desta associação face à pandemia COVID-19, nomeadamente pelo desenvolvimento da plataforma AtrapalharteRemote, que está ativa desde setembro de 2020 e veio possibilitar o acesso a escolas e estudantes nacionais e de vários países europeus.

A Recortar Palavras também apresentou candidatura para a realização do projeto “Al-manãkh”. A coletividade vai assim receber um apoio financeiro de 2500 euros e conta ainda com outros apoios, nomeadamente a isenção de pagamento de taxas no valor total de 133,57 euros. A autarquia valorizou o contributo da associação para a criação de hábitos culturais e para a divulgação do património histórico, material e imaterial da cidade, a leitura de contos relacionados com a história identitária de Coimbra e o carater inovador do projeto.

 

Por último, a Associação Asas à Imaginação, conhecida na cidade como Academia de Música de Coimbra, efetuou uma candidatura para a realização da primeira edição do Festival Metamorfose: um concurso nacional de música, para maiores de 12 anos, que se apresentem a solo ou em grupos até cinco elementos. O concurso irá decorrer entre os dias 1 de maio e 26 de junho e prevê prémios monetários para os três concorrentes finalistas. Ao abrigo do novo Regulamento Municipal de Apoio ao Associativismo Cultural, a autarquia atribuiu um apoio financeiro de 5000 euros ao projeto.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade [video width="1280" height="1280" mp4="https://www.noticiasdecoimbra.pt/wp-content/uploads/2020/11/banner-NDC-radioboanova.mp4" loop="true" autoplay="true" preload="auto"][/video]
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com