Conecte-se connosco

Mundo

Brasil regista primeira morte pela variante Ómicron

Publicado

em

 A prefeitura de Aparecida de Goiânia, no estado brasileiro de Goiás, anunciou hoje a primeira morte no Brasil de uma pessoa infetada com a variante Ómicron do novo coronavírus.

Em comunicado, a secretaria de Saúde informou que a vítima mortal é um homem de 68 anos, portador de doença pulmonar obstrutiva crónica e hipertensão arterial, que estava internado numa unidade hospitalar.

O paciente, que estava vacinado com as três doses da vacina contra a covid-19, tinha estado em contacto com um caso já confirmado de infeção pela variante Ómicron.

A confirmação do primeiro óbito ocorre exatamente dez dias após a declaração de transmissão comunitária na cidade.

De acordo com a prefeitura de Aparecida de Goiânia, a deteção foi possível graças ao Programa Municipal de Sequenciamento Genómico que tem feito a análise de amostras positivas de RT-PCR recolhidas no município para mapear a informação genética e identificar as variantes do SARS-CoV-2 em circulação.

Até ao momento, o estado de Goiás contabiliza 949.645 casos de covid-19 e 24.699 mortes pela doença, segundo dados oficiais.

Juntamente com os Estados Unidos e Índia, o Brasil é um dos países mais afetados pela pandemia, com mais de 619 mil mortes e 22,3 milhões de pessoas infetadas com o vírus.

A covid-19 provocou 5.456.207 mortes em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em diversos países.

Uma nova variante, a Ómicron, considerada preocupante e muito contagiosa pela Organização Mundial da Saúde (OMS), foi detetada na África Austral, mas desde que as autoridades sanitárias sul-africanas deram o alerta, a 24 de novembro, foram notificadas infeções em pelo menos 110 países, sendo dominante em Portugal.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link