Conecte-se connosco

Mundo

Brasil aprova uso de emergência da vacina da Janssen

Publicado

em

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), órgão regulador do Brasil, aprovou hoje o uso de emergência da vacina de dose única contra a covid-19 da Janssen, subsidiária europeia da Johnson&Johnson.

O laboratório, que já havia obtido da Anvisa os certificados de boas práticas de fabrico do imunizante, entrou com o pedido de uso de emergência em 24 de março, recebendo hoje o aval do órgão regulador brasileiro.

O Ministério da Saúde do Brasil já tinha fechado contrato para a aquisição de 38 milhões de doses do antídoto de dose única da Janssen, a serem entregues no 3.º e no 4.º semestre deste ano, e com o valor unitário de 10 dólares (8,53 euros, no câmbio atual) por dose.

No país sul-americano, as vacinas da Pfizer e a da AstraZeneca/Oxford já obtiveram o registo definitivo para aplicação na população brasileira, e a CoronaVac, desenvolvida pela Sinovac, mas em produção no Brasil pelo Instituto Butantan, recebeu a autorização para uso de emergência.

O imunizante da Janssen envolveu testes clínicos realizados em diferentes países, inclusive o Brasil.

O Brasil, que atravessa o seu momento mais critico na pandemia, totaliza 317.646 óbitos e 12.658.109 diagnósticos de infeção desde que o primeiro caso foi registado no país, há cerca de 13 meses.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.805.004 mortos no mundo, resultantes de mais de 128,1 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade [video width="1280" height="1280" mp4="https://www.noticiasdecoimbra.pt/wp-content/uploads/2020/11/banner-NDC-radioboanova.mp4" loop="true" autoplay="true" preload="auto"][/video]
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com