Conecte-se connosco

Coimbra

Bombeiros Voluntários de Brasfemes querem melhorar equipamentos e infraestruturas (com vídeos)

Publicado

em

A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Brasfemes (AHBVB) comemorou, esta quinta-feira, 83 anos, um momento de festa para a corporação que ficou marcado pelas homenagens e reconhecimentos a bombeiros e entidades.

Durante a sessão, o presidente da AHBVB, Acácio Monteiro, agradeceu a todos os bombeiros por, “a qualquer hora do dia ou da noite, estarem sempre prontos para arriscar a sua vida pelos outros”.

Destacou o importante trabalho que os Bombeiros de Brasfemes desempenham no concelho mas também nalguns municípios vizinhos, bem como a relação de grande proximidade que mantêm com a comunidade, sobretudo a da zona norte de Coimbra.

Aproveitando a presença das várias entidades oficiais, Acácio Monteiro alertou para as dificuldades que os Bombeiros atravessam, com os custos a aumentarem mais de 40%, fruto da pandemia e da subida dos combustíveis. Mostrou-se “apreensivo em relação ao futuro” mas garantiu que a corporação vai “tentando resistir”, como tem feito ao longo destes 83 anos, sempre com a missão de melhorar “a proteção e socorro” à população do concelho.

O presidente explicou que uma das prioridades deste ano foi “manter a estabilidade financeira, numa perspetiva de investimento futuro em obras de conservação de um edifício que apresenta muitas deficiências em termos de adequação operacional”. Espera conseguir os “apoios financeiros necessários” para responder às necessidades que estão já sinalizadas.

Melhorar equipamentos e garantir uma frota operacional são também prioridades da direção que, nesse sentido, tem apostado fortemente na manutenção dos veículos.

“Trabalhamos diariamente para assegurar os recursos financeiros que nos permitam manter um corpo de Bombeiros voluntários e profissionais bem formado e bem treinado, atuante, em prontidão e que nos orgulhe a todos”, sublinhou, aproveitando para pedir também mais apoios à Câmara de Coimbra e ao Governo.

O comandante dos Bombeiros Voluntários de Brasfemes, Horácio Ferreira, agradeceu a todos os que têm ajudado a construir este percurso, assim como felicitou os seis novos bombeiros (quatro mulheres e dois homens)  que ingressaram no quadro ativo, reforçando assim a corporação.

Recordou os períodos difíceis desde que tomou posse, há três anos, como a pandemia, e sublinhou que o tempo não para, como o demonstram as muitas ocorrências registadas no último ano – 75 incêndios urbanos, industriais e em transportes; 87 incêndios rurais; 59 lavagens de pavimentos; cinco salvamentos de animais; 1050 transportes de doentes urgentes; entre outras.

Atualmente, a corporação conta com 81 elementos no quadro ativo e 3 no quadro de comando, sendo 30% do sexo feminino. Tem ainda 28 crianças e jovens, dos 6 aos 16 anos, na Academia.

Horácio Ferreira sublinhou que é importante apostar na profissionalização dos bombeiros e alertou também para a necessidade de valorizar o voluntariado, de forma a “poder captar mais jovens para esta causa”.

Presente na sessão, o presidente da Câmara de Coimbra, José Manuel Silva, assumiu que “os tempos não estão fáceis” e reforçou que “só com a ajuda de todos é possível construir uma sociedade melhor”, já que não é possível ao Estado ou ao município “resolver todos os problemas”.

Veja os vídeos do NDC:

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com