Conecte-se connosco

Portugal

Bombeiros lamentam falta de resposta do Governo sobre transporte de doentes não urgentes

Publicado

em

O presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP), António Nunes, lamentou hoje que o Ministério da Saúde não tenha ainda conseguido resolver a questão relacionada com o acordo para o transporte de doentes não urgentes.

“A LBP lamenta que o Ministério da Saúde não tenha conseguido até ao momento resolver uma situação que teve um acordo em novembro do ano passado [2021]”, disse.

António Nunes, que falava à agência Lusa à margem de uma reunião do conselho executivo da LBP em Ponte de Sor (Portalegre), disse ainda que desconhece para quando o acordo possa estar concluído.

“Quando for publicado, esse acordo do ano passado [novembro de 2021], provavelmente está desatualizado. Lamenta [LBP] profundamente que o Ministério da Saúde não tenha conseguido, apesar das nossas insistências, promulgar a correção a um despacho de 2012, há 10 anos”, acrescentou.

No entanto, o presidente da LBP afirma que tem conhecimento que este caso se encontra “em cima da mesa” da ministra da Saúde, para decisão.

“Estamos a aguardar porque não conhecemos a versão final do diploma”, disse.

Em relação à época de incêndios florestais, o presidente da LBP voltou a afirmar que os bombeiros estão preparados para enfrentar “todas as ocorrências”, lamentando, no entanto, a falta de reconhecimento em várias situações por parte das entidades publicas.

“O que nós lamentamos, muitas das vezes, esse reconhecimento por parte das entidades públicas não seja suficientemente enaltecido”, disse.

O presidente da LBP lamentou ainda que não tenha ainda sido criado um comando nacional de bombeiros e que uma parte do material utilizado pelos bombeiros no combate às chamas tenha por vezes “25, 30 anos”.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade