Conecte-se connosco

Saúde

Bluepharma quer criar fábrica dedicada a medicamentos injetáveis (com vídeo)

Publicado

em

A Bluepharma lidera um consórcio que pretende promover a criação e capacitação do primeiro Polo Tecnológico inteiramente  dedicado a medicamentos injetáveis complexos em Portugal. Trata-se de um investimento global de 30 milhões de euros e que prevê criar 40 postos de trabalho.

Do consórcio CiNTech – Polo Tecnológico de Inovação, Translação e Industrialização de Medicamentos Injetáveis Complexos fazem parte  além da Bluepharma, a Universidade de Coimbra, o Instituto Ibérico de Nanotecnologia (INL), e três  PMEs (Biotrend, JPM e Joinsteel).

“São medicamentos que não são feitos em Portugal, há alguma escassez ainda deste tipo de medicamentos, é muito importante para Portugal, são áreas tecnológicas muito avançadas, de grande valor acrescentado e que poderá criar muitos postos de trabalho qualificados e bem remunerados”, frisa Paulo Barradas Rebelo. O  presidente da farmacêutica reforça que um dos objetivos deste processo, com grande participação da Universidade de Coimbra, é “endogeneizar conhecimento na Região”.

O consórcio vai ficar instalado na Universidade de Coimbra e nas instalações da farmacêutica, revela Paulo Barradas Rebelo, adiantando que será criado um novo laboratório de investigação e desenvolvimento, um centro de transposição de escala e mais tarde há a ambição de construir uma “fábrica de injetáveis complexos”.

“É um projeto a três anos e vai permitir criar cerca de 40 postos de trabalho “, sublinha, avançando que esta estrutura é “muito importante para o país”. O investimento total é de 30 milhões de euros, com um incentivo de cerca de 21 milhões de euros, através das Agendas Mobilizadoras e Agendas Verdes para a Inovação Empresarial no  âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR).

“Foi um processo muito difícil, porque não é individual, é um processo de uma vontade coletiva de várias entidades”, afirma Paulo Barradas Rebelo.

Refira-se que a Bluepharma, líder do consórcio CiNTech, assinou, no passado dia 17 de setembro,  o termo de aceitação das Agendas Mobilizadoras e Agendas Verdes para a Inovação Empresarial no  âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR).  A sessão foi presidida pelo primeiro-ministro, António Costa, e contou com a presença do Ministro da  Economia e do Mar, António Costa Silva, do Secretário de Estado da Economia, João Neves, e de Paulo Barradas Rebelo.

Ao Notícias de Coimbra, o presidente da Bluepharma revelou ainda que a construção da nova unidade industrial da farmacêutica especializada em medicamentos genéricos, em Eiras, a norte de Coimbra, está pronta. “Vou ter hoje (quarta-feira – 21 setembro) a primeira reunião lá”, disse, acreditando que até final do ano se realize a inauguração do espaço.

A farmacêutica de Coimbra exporta 90% da sua produção para mais de 40 territórios, entre os mais exigentes mercados do mundo, em particular os Estados Unidos da América, países mais desenvolvidos da Europa, Canadá e Austrália, estando a ultimar a sua entrada em novos países “com um nível de desenvolvimento menor” da América Latina, África e Médio Oriente.

A Bluepharma iniciou atividade em 2001, com 58 trabalhadores, tornando-se num grupo de empresas que reúne agora cerca de 800 funcionários.

Veja o vídeo do Direto NDC com Paulo Barradas Rebelo, presidente da Bluepharma:

 

 

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com