Primeira Página

Barra marítima da Figueira da Foz fechada a embarcações com menos de 35 metros

Notícias de Coimbra com Lusa | 2 meses atrás em 23-02-2024

Oito barras marítimas do continente hoje estão fechadas e três estão condicionadas devido à agitação marítima forte, tendo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) emitido aviso laranja e vermelho para sete distritos devido à ondulação.

PUBLICIDADE

De acordo com a Autoridade Marítima Nacional e a Marinha Portuguesa, as barras de Caminha, Douro, Esposende, Vila Praia de Âncora, Póvoa do Varzim, Vila do Conde, Portinha da Ericeira e São Martinho do Porto estão fechadas à navegação.

As barras de Aveiro e da Figueira da Foz estão fechadas a embarcações de comprimento inferior a 35 metros.

PUBLICIDADE

publicidade

Já a barra de Viana do Castelo, está fechada a embarcações de comprimento inferior a 30 metros.

O IPMA colocou hoje os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Coimbra, Leiria e Lisboa sob aviso laranja até às 18:00 de hoje, passando depois a vermelho (o mais grave de uma escala de três) entre as 18:00 de hoje e as 15:00 de sábado, hora em que passam novamente a laranja até às 07:00 de domingo.

PUBLICIDADE

O Instituto emitiu igualmente aviso laranja para os distritos de Setúbal, Beja e Faro a partir das 09:00 de hoje e até às 07:00 de domingo.

Também a Costa Norte da Madeira e Porto Santo vão estar sob aviso amarelo por causa da agitação marítima entre as 12:00 de hoje e as 00:00 de domingo.

O aviso laranja é emitido pelo IPMA sempre que existe situação meteorológica de risco moderado a elevado e o amarelo quando há uma situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.

O IPMA emitiu já na quinta-feira avisos de queda de neve para 10 distritos do continente.

Os distritos de Bragança, Viseu, Porto, Guarda, Castelo Branco, Vila Real, Viana do Castelo, Aveiro, Coimbra e Braga vão estar sob aviso amarelo até às 09:00 de sábado, devido à previsão de queda de neve acima dos 800 metros, com acumulação acima de 1000 metros.

O IPMA prevê pelo menos até ao fim de semana períodos de chuva, que pode ser forte, descida das temperaturas, agitação marítima e vento forte devido à passagem de uma superfície frontal fria.

Por causa das previsões meteorológicas, a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) alertou na quinta-feira para a possibilidade de inundações, quedas de árvores e acidentes rodoviários devido às previsões de chuva, neve, vento e agitação marítima para os próximos dias.

A ANEPC alerta que é expectável piso rodoviário escorregadio, devido à acumulação de gelo, neve e formação de lençóis de água, bem como queda de neve em áreas e altitudes “onde habitualmente não se verifica”.

Em comunicado, a proteção alertou igualmente para possíveis inundações “nos locais historicamente mais vulneráveis” e em zonas urbanas e recomendou à população medidas preventivas.

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE