Conecte-se connosco

Bares

Bares pedem abertura imediata

Publicado

em

Foi entregue pelo Movimento para a Abertura dos Bares (MAB) ao Primeiro-Ministro de Portugal uma carta a pedir a urgente reabertura dos bares tradicionais – encerrados voluntariamente desde 12 de março passado.

Imagem figurativa

Ao mesmo tempo, solicitou-se uma audiência para apresentar as preocupações do sector e os impactos do encerramento que afeta atualmente milhares de pessoas do ponto de vista económico-financeiro e laboral.

Centenas de figuras públicas subscreveram já a carta enviada ao chefe do Governo demonstrando o seu apoio à iniciativa.

O Movimento pela Abertura de Bares considera que o sector está a ser prejudicado e discriminado em relação a outros bares – estes integrados em casinos, hotéis e restaurantes, todos já com luz verde para operar.

A necessidade da revisão das taxas de IVA, e TSU e o repensar das taxas inerentes à atividade são pontos essenciais que o movimento levará ao Executivo.

À semelhança de outros países Europeus – e de todos os outros sectores de atividade portugueses –, o Movimento considera urgente a definição de uma data de abertura para os bares.

As medidas já estabelecidas, e muito bem, pela Direcção-Geral da Saúde (DGS) para a restauração são as que também podem garantir segurança e condições sanitárias aos utentes dos bares portugueses.

O Movimento entende que este sector terá um papel determinante na retoma económica-turística do país, tal como já aconteceu em tempos de recuperação económica pós-Troika.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com