Conecte-se connosco

Mundo

Avião com 133 pessoas a bordo cai no sudoeste da China

Publicado

em

Um avião da China Eastern Airlines que viajava entre as cidades chinesas de Kunming (sudoeste) e Cantão caiu hoje com 133 pessoas a bordo, informou a televisão estatal CCTV.

O Boeing-737 caiu perto da cidade de Wuzhou, na região de Guangxi (sul), e “causou um incêndio” nas montanhas, informou a CCTV, acrescentando que as equipas de resgate foram enviadas para o local.

Não há informações imediatas sobre o número de mortos e de feridos.

A China Eastern, com sede em Xangai, é uma das três principais companhias aéreas da China, operando dezenas de rotas domésticas e internacionais que abrangem 248 destinos.

De acordo com dados do site de rastreamento de voos FlightRadar24, trata-se do voo MU5735.

O rastreamento revela que o Boeing 737-89P perdeu velocidade, antes de entrar numa descida acentuada.

O avião parou de transmitir dados a sudoeste de Wuzhou.

O aparelho em questão foi entregue à China Eastern pela construtora norte-americana Boeing, em junho de 2015, e estava a ser utilizado há mais de seis anos.

O Boeing 737 bimotor de corredor único é um dos aviões mais populares do mundo para voos de curta e média distância.

A China Eastern opera várias versões daquele modelo, incluindo o 737-800 e o 737 Max.

A utilização da versão 737 Max esteve suspensa em todo o mundo, após dois acidentes fatais.

O regulador de aviação civil da China voltou a permitir o seu uso no final do ano passado.

O último acidente mortal com um avião civil registado na China ocorreu em 2010.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link