Conecte-se connosco

Mundo

Autoridades fecham praia paradisíaca após menina ser mordida por tubarão no Brasil

Publicado

em

 Autoridades fecharam hoje uma praia paradisíaca no arquipélago de Fernando de Noronha, localizado na região nordeste do Brasil, após uma menina de 8 anos ser mordida por um tubarão.

Segundo informações divulgadas pelos ‘media’ locais, a praia do Sueste, em Fernando de Noronha, foi interditada pelo Instituto Chico Mendes da Biodiversidade (ICMBio) até que a investigação sobre o ataque de tubarão que ocorreu na manhã desta sexta-feira seja concluída.

“Neste momento, a praia [do Sueste] está fechada para a gente conseguir avaliar o que está acontecendo. Então, a praia vai ficar fechada por alguns dias.”, disse Carla Guaitanele, chefe do (ICMBio) ao portal de notícias brasileiro G1.

“A gente ainda não tem a informação de quantos dias e como vai ser esse retorno. Vamos conversar ainda com uma comissão, que vai além do ICMBio, para a gente conseguir avaliar qual a melhor estratégia”, acrescentou.

A menina de 8 anos, que estava no local com sua família oriunda do estado de São Paulo, foi mordida na perna pelo tubarão por volta das 10:30 (13:30 em Lisboa).

Depois do ataque ela foi transferida para um hospital na ilha até ser removida de avião para um hospital de Recife, capital do estado brasileiro de Pernambuco.

Ataques de tubarão não são recorrentes em Fernando de Noronha. Na praia de Sueste primeira ocorrência registada, segundo os ‘media’ brasileiros, ocorreu em 2015, quando um surfista for mordido e perdeu uma mão e uma parte da perna.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link