Portugal

Autocarros começaram hoje a circular com energia de óleo alimentar usado

Notícias de Coimbra com Lusa | 3 semanas atrás em 27-05-2024

Imagem: Ofertadeemprego.pt

Os autocarros 794 da Carris, entre o terminal Sul e Sueste e a Estação Oriente, começaram esta segunda-feira a circular com energia produzida a partir de óleo alimentar usado, num projeto-piloto do Beato Living Lab e cofinanciado pelo EEA Grants.

PUBLICIDADE

Numa nota, o laboratório de inovação do Hub Criativo do Beato anunciou o arranque em operação do “Beato Biobus”, a carreira da Carris “que dá uma nova vida aos óleos alimentares, depois de usados na cozinha”.

“No âmbito deste projeto-piloto, os autocarros da linha 794 vão utilizar este tipo de energia – Zero Diesel B100 – produzida a partir de óleo alimentar usado, promovendo a economia circular”, explicou o Beato Living Lab, que promove a iniciativa.

PUBLICIDADE

O “Beato Biobus” é cofinanciado pelo programa EEA Grants, e junta a Carris, a Prio, o Unicorn Factory Lisboa/Startup Lisboa, a Lisboa E-Nova e a Câmara de Lisboa.

“Uma parte do óleo alimentar usado que é convertido em energia é recolhido em 15 escolas da zona oriental de Lisboa, envolvendo, assim, mais de 4.500 alunos do pré-escolar ao secundário e toda a comunidade escolar nesta solução inovadora”, refere-se na nota, acrescentando que o óleo recolhido é encaminhado para um centro de produção em Ílhavo (Aveiro) e transformado no biocombustível Zero Diesel B100.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

A iniciativa visa “contribuir para a redução de emissão de cerca de 400 toneladas de dióxido de carbono (CO2) por ano, promover a reciclagem de resíduos e diminuir a importação de recursos energéticos”, salientaram os promotores.

A carreira 794, que liga o terminal Sul e Sueste ao interface da Estação Oriente, é uma das linhas que serve a Unicorn Factory Lisboa — Beato Innovation District, que promove a inovação na cidade de Lisboa, bem como várias das escolas envolvidas na recolha dos óleos alimentares usados.

“É um dia importante para a cidade de Lisboa, que demonstra, através deste exemplo, como se lidera a descarbonização e a transição energética. Temos um projeto que une vários pontos críticos na promoção de um melhor ambiente”, afirmou Pedro de Brito Bogas, presidente da administração da Carris, citado na nota.

O projeto, além da “ação de educação ambiental que envolve milhares de crianças das escolas da zona Oriental de Lisboa, promove a reciclagem de resíduos, ajuda a poupar os recursos hídricos, reduz as emissões de CO2 e contribui para que Lisboa seja, efetivamente, neutra em carbono até 2030”, acrescentou.

“Este projeto pioneiro é um exemplo claro de como podemos em conjunto promover a economia circular e reduzir a pegada carbónica nas nossas cidades”, considerou Anabela Antunes, da Prio Bio, no mesmo comunicado.

O “Beato Biobus” é um projeto-piloto que teve início em 2022, arrancando agora a fase de circulação dos autocarros movidos a energia produzida a partir do óleo alimentar usado, e deverá prolongar-se até ao final deste ano.

Através do acordo sobre o Espaço Económico Europeu, a Islândia, o Liechtenstein e a Noruega são parceiros dos Estados-membros da União Europeia, e criaram o mecanismo financeiro EEA Grants, destinado a reduzir disparidades sociais e económicas na Europa. No período 2014-2021, Portugal beneficia de 102,7 milhões de euros.

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE