Conecte-se connosco

Autárquicas

Autárquicas: Veterinário Marcelo Leitão é o candidato do BE à Câmara da Lousã

Publicado

em

O médico veterinário Marcelo Leitão é o candidato do Bloco de Esquerda à presidência da Câmara Municipal da Lousã, anunciou hoje o partido.

O candidato, de 27 anos, disse à agência Lusa que “pretende realizar trabalho com uma política séria e dinâmica e com o principal objetivo de ser uma mais-valia” para o concelho.

Numa nota enviada à agência Lusa, a Coordenadora da Lousã do BE afirma que a candidatura protagonizada por Marcelo Francisco Leitão aposta no reforço da intervenção local em domínios como “a cultura e a luta pela igualdade social”.

Em áreas que consideram “tão importantes” para este município do distrito de Coimbra, os bloquistas incluem ainda “a luta pelo bem-estar animal e pela defesa do meio ambiente”.

Militante do BE desde 2016, Marcelo Leitão possui o mestrado integrado em Medicina Veterinária e é natural da Lousã, onde reside e trabalha como médico veterinário de animais de companhia.

“Fez parte de diversos grupos de trabalho” do BE, enquanto estudou em Coimbra, e agora integra a estrutura local do partido, segundo o comunicado.

O primeiro candidato da lista do BE à Assembleia Municipal é João Santo, professor do ensino secundário.

Licenciado em História e mestre em Ciências da Educação, João Miguel Reis Simões Santo “tem desenvolvido vasta atividade cívica no campo da educação e cultura” e pretende ser também “um porta-voz da mudança”.

O BE concorre à Câmara da Lousã desde 2001, sem eleger vereadores para o executivo, tendo mantido nestes 20 anos, com algumas oscilações, o lugar de terceira força política no concelho, a seguir ao PS e ao PSD.

Na sequência das autárquicas de 2017, está representado na Assembleia Municipal e na Assembleia de Freguesia da Lousã e Vilarinho, com um mandato em cada órgão.

Desde as primeiras eleições autárquicas, em 1976, além do PS, apenas o PSD conquistou a presidência da Câmara, uma vez e no contexto da Aliança Democrática (AD), de 1979 a 1982.

O PS está no poder sem interrupções desde 1982, ano em que Eduardo Neto (AD) tentou a reeleição, mas foi derrotado pelo socialista Horácio Antunes.

No atual executivo, o PS detém seis mandatos e o PSD um, ocupado pelo vereador Victor Carvalho, que já divulgou a sua candidatura à liderança da autarquia.

Na semana passada, o presidente do executivo, Luís Antunes, anunciou que se recandidata ao cargo pelo PS.

Também Sérgio Vaz já assumiu que vai concorrer pelo Chega à Câmara da Lousã.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade [video width="1280" height="1280" mp4="https://www.noticiasdecoimbra.pt/wp-content/uploads/2020/11/banner-NDC-radioboanova.mp4" loop="true" autoplay="true" preload="auto"][/video]
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com