Conecte-se connosco

Partidos

Autárquicas: CDU recandidata José Tiago Almeida à Câmara de Arganil

Publicado

em

A CDU vai recandidatar à Câmara de Arganil nas próximas eleições autárquicas José Tiago Almeida, anunciou hoje a coligação formada por Partido Comunista e Partido Ecologista “Os Verdes”.

À agência Lusa, José Tiago Almeida, de 72 anos, explicou que devido à idade era “natural que estivesse na altura de ser substituído”, mas a sua experiência na autarquia, onde trabalhou cerca de 36 anos, acabou por revelar ser o candidato que “estava melhor posicionado, mais uma vez”.

O candidato, que já foi cabeça de lista noutros sufrágios, incluindo nas autárquicas de 2017, salientou que este concelho do distrito de Coimbra apresenta “vários problemas económicos, sem grande dinâmica e está a ficar, acentuadamente, desertificado”.

“A economia foi perdendo dinâmica, agravada na crise da 2008, e, com a pandemia, as situações agravaram-se muito mais”, considerou.

Referindo que, “internamente, havia outro problema”, numa alusão às acessibilidades, José Tiago Almeida reconheceu que “hoje as coisas modificaram-se em termos de vias”.

“A ligação entre o sul e norte do concelho esteve miseravelmente colocada numa degradação permanente”, notou, para assinalar que “foi feita uma melhoria entre Coja e Arganil, mas a estrada, pesar de ter sido pavimentada, não corresponde à dinâmica que é necessária”.

No âmbito da floresta, o cabeça de lista recuou aos incêndios de 2017, que “destruíram quase 99% da floresta do concelho”, sublinhando que “a reflorestação é insignificante para a dimensão do concelho”, além de que “começa a ser preocupante o crescimento desordenado de vegetação”.

Já “ao nível da agricultura não há projetos, o mesmo sucedendo com a pecuária”, declarou, observando que a população “procura o litoral e estrangeiro, para ter melhores de condições de vida”.

José Tiago Almeida defendeu a necessidade de “fixar as pessoas”, mas tal só sucederá se lhe forem oferecidas “condições de dignidade”.

“Sem população este deixa de ser um concelho com futuro”, alertou.

Para o candidato da CDU, a discussão destas matérias deve ser feita “de forma coletiva, para convocar todas as experiências, de forma a dar a dinâmica” que o concelho precisa a longo prazo, lamentando que o debate “se faça só com os votos em cima da mesa, para agradar e influenciar, mas depois fica tudo no papel”.

José Tiago Almeida apontou ainda como prioridade “a elaboração de um projeto que envolvesse todas as áreas – floresta, indústria, agricultura e turismo”, notando que Arganil é um “concelho com alguma riqueza turística, mas isso só não chega”.

“É importante dedicar atenção a estas áreas, projetando-as no tempo, para que possam, gradualmente, vir a ser concluídas”, acrescentou.

Segundo informação da CDU, José Tiago Almeida foi técnico superior principal no Município de Arganil, além de ter integrado a Direção Regional de Coimbra do Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Administração Local durante cerca de 25 anos e corpos sociais de várias associações

À Assembleia Municipal de Arganil, a CDU candidata Dora Lemos, artesã e trabalhadora na agricultura familiar.

A Câmara de Arganil é liderada pelo PSD, que conquistou nas eleições autárquicas de 2017 quatro mandatos. O PS alcançou três.

Os sociais-democratas recandidatam o atual presidente do município, Luís Paulo Costa, enquanto o PS aposta no presidente do Cearte – Centro de Formação Profissional para o Artesanato e Património, Paulo Teles Marques.

As eleições autárquicas estão marcadas para 26 de setembro.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade