Conecte-se connosco

Autárquicas

Autárquicas: Candidata do CDS-PP a Miranda do Corvo focada na “felicidade”

Publicado

em

O CDS-PP candidata à presidência do município de Miranda do Corvo, no distrito de Coimbra, a consultora imobiliária Salomé Pita, de 47 anos, que vai centrar as suas propostas no “bem-estar e felicidade” da população.

“Sou uma cidadã inconformada com a asfixia social e económica de Miranda do Corvo”, disse a candidata à agência Lusa, afirmando-se como “ativista defensora da dignidade humana, nomeadamente dos mais frágeis”.

Com o slogan “Miranda Feliz”, a candidata pretende oferecer “valor acrescentado” ao panorama político do concelho, com o intuito de “construir pontes e derrubar muros”.

Desde as eleições autárquicas de 1997 que o CDS-PP não apresentava candidatura própria aos órgãos municipais de Miranda do Corvo, concorrendo neste período em coligação com o PSD.

Para Salomé Pita, “é essencial que se voltem a definir políticas de proximidade, valorização e envolvimento ativo deste povo, cuja identidade se perdeu nos últimos tempos”.

“É imperativo que esta ‘casa’ se reconstrua, que se limpe das incoerências económicas, sociais e financeiras, que se embeleze como antes para se tornar novamente num lar feliz, onde se vive e não apenas se dorme”, enfatizou.

Segundo a consultora imobiliária, “é necessário dinamizar todas as gentes, desde crianças e jovens, pais e professores, trabalhadores e empresários, idosos e mirandenses em geral”.

“Miranda do Corvo continua a ter inúmeras potencialidades de ‘vila paraíso”, favorecida pelo privilégio das suas serras fantásticas onde impera o verde e o bom ar que se respira, o rio Dueça, a Quinta da Paiva, as aldeias de xisto, a gastronomia, entre outros”, acrescentou.

Considerando que Miranda do Corvo “é hoje uma vila calada, triste e oprimida”, a candidata pretende promover projetos de combate ao isolamento e de promoção da participação dos mais idosos nas atividades municipais, bem como criar a figura do “analista social” para “identificar os reais problemas sociais da vila e das suas aldeias da periferia”, de forma a articular com as instituições existentes a melhor forma de resposta.

Nas eleições autárquicas de 2017, os socialistas, liderados por Miguel Baptista, conquistaram quatro dos sete mandatos no executivo municipal, cabendo os restantes três restantes à coligação PSD/CDS-PP.

Além de Salomé Pita, concorrem à presidência do município Márcia Simões (CDU), Miguel Baptista (PS), Paulo Silva (PSD), Carlos Filipe Fernandes (Chega) e António Rodrigues (BE).

As eleições autárquicas realizam-se em 26 de setembro.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com