Coimbra

Associação Portuguesa do Sono promove em Coimbra um encontro entre cientistas e representantes do Judaísmo, Cristianismo e Islamismo.

Notícias de Coimbra | 5 anos atrás em 09-03-2019

No âmbito da comemoração do Dia Mundial do Sono, a Associação Portuguesa do Sono (APS), em colaboração com o Centro de Neurociências e Biologia Celular da Universidade de Coimbra (CNC-UC), promove no Auditório do Conservatório de Música de Coimbra, na tarde de 15 de março, a iniciativa “Dormir bem, envelhecer melhor”. 

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

A importância de um sono com qualidade será abordada em múltiplas dimensões: a higiene do sono das crianças e adolescentes, que foi pretexto para um concurso de desenho nacional; a síndrome da apneia do sono que é base de uma performance teatral criada pela Marionet; a importância de um bom sono para um bom envelhecimento; recomendações para todas as idades de como ter um sono saudável e até um debate sobre sono e religião.

PUBLICIDADE

A Associação Portuguesa do Sono e o CNC-UC voltam a juntar-se às comemorações do Dia Mundial do Sono, uma organização da World Sleep Society, celebrado este ano a 15 de março, com uma campanha de sensibilização em torno do lema escolhido para este ano: “Dormir bem, envelhecer melhor”.

A mensagem que se pretende transmitir é de que o bem estar físico, mental e social é melhor se dormir bem, não importa a idade. A qualidade do sono é um dos pilares fundamentais da saúde, a que se juntam a estabilidade emocional, alimentação adequada e a prática de exercício físico. A campanha pretende enfatizar que dormir mal causa várias doenças e terá consequências na qualidade de vida presente e futura.

PUBLICIDADE

3

O sono tem impacto sobre todos os aspetos da vida e a sua má qualidade pode ser responsável pelo aparecimento de várias doenças orgânicas ou psicológicas. A qualidade do sono tem impacto desde as doenças naturais, às perturbações psicológicas e sendo um pilar fundamental da saúde, vai ter consequências na energia com que se enfrenta cada dia. A importância de um bom sono está presente na necessidade de dormir bem para poder aproveitar plenamente os momentos bons da vida.

Para assinalar esta data, e à semelhança do ano passado, e novamente em colaboração com o Centro de Neurociências e Biologia Celular da Universidade de Coimbra, há um vasto conjunto de atividades, como sessões em escolas, unidades de saúde e autarquias, e a divulgação de um pequeno vídeo de sensibilização. São muitos os lugares onde a APS e o CNC vão estar a apelar aos portugueses para dormirem bem, com destaque para o evento que ocorre em Coimbra.

No dia 15 de março, no Auditório do Conservatório de Música de Coimbra, na sessão de abertura, marcada para as 14h30, vão ser entregues os prémios do concurso “Dormir bem, envelhecer melhor”, que a Associação Portuguesa de Sono promoveu, numa parceria com o CNC, junto dos alunos das escolas de todo o país.

Concorreram cerca de 100 alunos, do 1.º ciclo até ao ensino secundário, com imagens a ser enviadas desde a Madeira até Vila Real de Santo António. Os vencedores de cada um dos ciclos de ensino recebem prémios e vão ver os seus desenhos transformados em postais. Segue-se uma conversa entre as especialistas Maria Helena Estêvão, Ana Allen Gomes e Ana Rita Álvaro, que vão abordar os cuidados que se devem ter desde a infância até à idade sénior.

Numa perspetiva artística, às 16 horas, a companhia Marionet  / Laboratório do Desconhecimento apresenta a performance teatral “A máquina dos sonhos”, inspirada na Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono.

A forma como os Livros das Grandes Religiões Proféticas (a Tora do Judaísmo, a Bíblia do Cristianismo e o Alcorão do Islamismo) sublinham a importância de dormir é o pretexto para a conversa sobre sono e religião que vai encerrar esta iniciativa. No Auditório vão estar o líder da comunidade muçulmana, Sheik David Munir, um crente e estudioso de teologia católica, Isaías Hipólito, um crente hebraico e antigo presidente da Câmara Municipal de Castelo de Vide, Carolino Tapadejo, o presidente da Associação Portuguesa do Sono, Joaquim Moita, e a cientista Cláudia Cavadas.

A entrada é livre. Mais informações em www.apsono.com.

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE