Conecte-se connosco

Crimes

ASAE instaura processo-crime por abate clandestino e apreende 48 cabritos

Publicado

em

FOTO: Reprodução Twitter/ ASAE

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) instaurou um processo-crime pela prática do crime contra a saúde pública de abate clandestino num entreposto frigorífico do concelho de Elvas, tendo apreendido 48 cabritos, foi hoje anunciado.

Em comunicado, a ASAE explica que a operação foi desenvolvida pela Unidade Regional do Sul – Unidade Operacional XI/Évora, num entreposto frigorífico com venda a retalho ao público consumidor, no distrito de Portalegre.

A operação surgiu na sequência de “uma troca rápida” de informações comunitárias e de uma investigação no âmbito do combate ao abate clandestino.

“Da ação resultou a instauração de um processo-crime pela prática do crime contra a saúde pública de abate clandestino, tendo sido apreendidos 48 cabritos, com o peso total de 271 quilos”, lê-se no documento.

A ASAE indica ainda que o valor da apreensão ascende a 4.150 euros.

No comunicado é ainda referido que, após um exame pericial efetuado por um médico veterinário oficial, foi apurado que o consumo humano de carne proveniente destes animais “constituiria um perigo” para a saúde pública.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com