Conecte-se connosco

Cidade

As trocas estão como o Arnado!

Publicado

em

A loja de trocas de Coimbra “Beshop”, que abriu há cerca de um ano no âmbito do projeto “Believe in Portugal”, “estagnou” e procura agora mais dinamismo em torno do conceito, disse o responsável do estabelecimento.

Neste momento, a loja está apenas aberta duas tardes por semana, e entram no espaço “umas dezenas de pessoas por mês”, alguns já “clientes habituais”, referiu Lucas Vieira, gestor executivo do centro de negócios Torre Arnado, na Baixa de Coimbra, promotor da iniciativa e no qual está instalada a loja.

A loja de trocas, inaugurada a 30 de abril de 2013, pretende estar “mais tempo aberta” e desenvolver “iniciativas que chamem as pessoas”, como ateliês.

Para isso, “necessita de mais voluntários” na gestão do espaço, explanou Lucas Vieira, referindo que no presente a loja conta com duas voluntárias.

Os voluntários podem “ficar com alguns dos objetos da loja, em troca das horas que aqui passam”, explicou, sublinhando que a Torre Arnado “não cobra nada” pela presença da loja no edifício.

“Este é um novo começo”, salientou o responsável, considerando que será necessário também apostar “mais na interação nas redes sociais e criar um dinamismo próprio” que possa atrair mais pessoas, em particular os jovens, entre os 15 e os 25 anos, que “não vêm até à loja”.

Apesar da estagnação, Lucas Vieira afirmou à agência Lusa que o projeto “é para continuar”, apesar de notar uma “falta de apetência” das pessoas para se envolverem no conceito.

“Fala-se muito de trocas, mas na prática as pessoas não aderem”, contou.

Para além da pouca adesão, “há muito mais pessoas que deixam objetos do que as que levam”, acrescentou, explicando que devido “ao excesso de roupa que trazem”, a loja acaba por “retirar alguma roupa e entregar a instituições de solidariedade social”.

A loja “Torre Arnado BeShop” adota o princípio de troca de um produto e/ou serviço por outro produto e/ou serviço, que pode ser efetuado no momento ou posteriormente, funcionando o estabelecimento como meio de intermediação entre os envolvidos nas permutas, mas apenas para promover o contacto entre si e sem qualquer contrapartida.

Na loja, é possível encontrar CD de música, livros, DVD, objetos de decoração, calçado e roupa, mas também propostas de trocas de serviços, sendo os mais comuns explicações, serviços domésticos, de cabeleireiro e de beleza.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade