Conecte-se connosco

Crimes

Arte sacra roubada em igrejas e capelas de Portugal vendida em Lisboa. Podia render 150.000€ 

Publicado

em

A Polícia Judiciária, através da Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo, no âmbito de uma investigação iniciada há apenas quatro meses, procedeu à identificação, localização e apreensão de obras de arte sacra furtadas do interior de diversas igrejas e capelas portuguesas.

A investigação em curso, relativa a factos suscetíveis de configurar os crimes de furto qualificado e de recetação, visou essencialmente o desenvolvimento de ações de fiscalização, incidindo sobre leiloeiras, antiquários e recetadores suspeitos, tendo logrado a localização de 40 obras de arte sacra referenciadas como tendo sido furtadas do interior daqueles locais de culto.

Trata-se de 18 imagens sacras, 12 coroas em prata, 7 resplendores em prata, 1 quadro religioso, 1 turibulo em prata e 1 peanha de santo, num total de 40 peças.

Reportando-nos à data dos factos que integram o objeto da investigação, as 40 obras de arte sacra agora apreendidas foram avaliadas em cerca de 150.000,00€ e fazem parte do espólio de diversas igrejas e capelas, situadas na região centro e norte de Portugal.

As obras de arte sacra foram recuperadas numa leiloeira e no domicílio de um suspeito de recetação, constituído arguido no inquérito, estando a ser transacionadas na região de Lisboa.

A investigação prossegue no sentido da cabal identificação de outros suspeitos de recetação e posterior transação de obras de arte da mesma natureza, bem como da localização de outras obras de arte que estejam nas mesmas circunstâncias.

Em paralelo, a Policia Judiciária encontra-se a desenvolver contactos com a Igreja Católica, tendo em vista o adequado procedimento de devolução das peças furtadas e a sua restituição aos locais de origem.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link